Ansiedade

Como superar a pandemia do medo: O Covid-19? Obtenha também dicas para a preservação da saúde mental

A atual dificuldade que enfrentamos

Começamos um ano difícil e cheio de surpresas por conta do Covid-19, que foi descoberto na China no final de 2019. Este vírus, com alto poder de contágio e de letalidade, atua atingindo as vias respiratórias dos indivíduos de forma crônica e levando muitos ao óbito.

A OMS e a equipe de profissionais estão sendo preparados para novas estratégias, a fim de evitar, na medida do possível, outras mortes. A organização oferece orientações seguras à população sobre o uso de máscaras, álcool em gel 70%, higienização das mãos, distanciamento social, evitação de aglomerações em filas, lojas, etc. 

Podemos observar que há muitas informações dúbias em relação à transmissão do vírus, as notícias de mortes que estão ocorrendo, o número de pessoas infectadas levaram e tem levado a população a uma pandemia do Medo, da Ansiedade, do Estresse, da Depressão e a um grande transtorno de estresse pós-traumático.

O Medo, a Ansiedade e o Estresse

O Medo, a Ansiedade, o Estresse e outros acima citados, são emoções envolvidas em um contexto de insegurança. Medo que vai além das perdas de entes queridos, do desemprego, da angústia do que não se sabe, das incerteza, da situação em que o país se encontra e, enfim, do mundo inteiro.

Devemos analisar o ser humano em todos esses fatores, que assolam a mente e a alma de muitos. Além do dano físico, social, econômico temos o dano psicológico que está sempre presente entre nós.  

O Medo, a Ansiedade e o Estresse são emoções importantes para nos preservarem e nos protegerem do perigo ou de uma ameaça iminente, porém, muitas vezes, essas emoções se tornam desproporcionais e patológicas,  levando muitos a adoecerem e a desenvolverem com mais facilidade possíveis transtornos psiquiátricos.

Podemos ver que em uma pandemia, o Medo pode elevar o níveis de ansiedade e estresse em indivíduos que já são saudáveis, além de poder intensificar os sintomas daqueles que já têm uma predisposição aos transtornos psiquiátricos. 

Portanto, se você se perceber nesse processo do Medo, da Ansiedade e do Estresse, procure um psicólogo e/ou psiquiatra, pois ambos trabalham simultaneamente para oferecer um tratamento de saúde mais adequado.

A diferença do tratamento psicológico para o psiquiátrico

O psicólogo vai oferecer a escuta profissional, que vai além das palavras, além de utilizar ferramentas e técnicas que vão auxiliá-lo a lidar com essas emoções. O psiquiatra, através do que é dito pelo paciente, vai entender sobre os sintomas deste e, assim, oferecer um tratamento medicamentoso de acordo com a situação subjetiva de cada um.

Sem falar que é possível fazer atendimentos presenciais ou online. Tudo isso para melhor ajudá-lo a compreender tudo o que está acontecendo em sua vida, e assim ajudá-lo a obter estratégias de enfrentamento a essas emoções envolvidas na pandemia. Portanto, nada de desculpa para descuidar da saúde mental.

Algumas dicas para ajudá-los com essas emoções

Seguem algumas dicas:

  • Tente manter sempre contato com seus familiares e amigos por vídeo conferências, ligaçãos telefônicas e apps.
  • Mantenha sempre os cuidados básicos: o uso de máscaras, uso de álcool, lavagem de mãos com sabão, distanciamento social e evitar aglomerações em pontos de lojas e metrôs.
  • Procure não ver muitos noticiários e tente cuidar da saúde emocional, pois ela estando mais saudável, imuniza seu corpo.
  • Faça dentro de seu espaço exercícios físicos, assistam a aulas de youtube de alongamentos, faça caminhadas mesmo dentro de casa, imaginando-se em um lugar tranqüilo, por mais difícil que seja.
  • Tente  trabalhar a respiração diafragmática todos os dias.
  • Aproveite para ter momentos com os seus entes queridos, vendo filmes mais divertidos, lendo bons livros, fazendo receitas diferentes e se propondo a aprender coisas novas.
  • Lembre de quando você pensava que queria ter tempo para arrumar as coisas de casa, aquele armário da cozinha que você nunca tinha parado para limpar por falta de tempo, o seu guarda-roupas que sempre estava bagunçado, o quarto dos filhos…? Então, programe-se para fazer isso agora.
  • Aproveite para fazer cursos online, principalmente os que estão tendo dificuldades de emprego. É hora de se capacitar mais. Tente aprender inglês, por exemplo. Você pode fazer muitas coisas nesse momento.
  • Faça trabalhos voluntários! O trabalho voluntário sempre ajuda as pessoas em seus problemas emocionais. Mais do que nunca, vamos fazer dessa pandemia do medo se transformar em pandemia da esperança, da força e fé. Pois ajudar as pessoas nos traz um resultado de realização pessoal e de gentileza muito impactante e ajudar aqueles que estão em situações mais precárias é um aprendizado que adquirimos no ato de se importar e perceber como podemos ser melhores a cada dia. Vale a pena ajudar ao próximo!!!
  • Faça seu diário de gratidão em um caderno. Cada dia você vai agradecer três coisas que você tem: família, amigos, escola, trabalho, ou agradecer aquele trabalho que virá, local que mora, por aquilo que tem conquistado até agora e assim por diante.

Treine seu cérebro a pensar mais de forma saudável e mais adaptativa. Lembrem-se que a fé proporciona força para vencer essa pandemia do Medo.

Rejane Amaral de Sousa CRP: 04/35366 

 

Referência

BR&as_sdt=0%2C5&q=pandemia+e+a+ansiedade+e+estresse&btnG= Acesso em 17/08/20.

REJANE AMARAL DE SOUSA
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar