Saúde

A importância da prevenção em saúde mental

O resumo da ópera é o famoso ditado: prevenir é melhor que remediar.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu “saúde” como estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas como a ausência de doença ou enfermidade. 

Ou seja, o conceito é amplo e fala sobre diversos aspectos. Dessa forma, quando falamos de prevenção em saúde mental é preciso considerar com amplitude todas as questões presentes no nosso dia a dia.  

Como pilares da boa saúde mental temos:

Alimentação saudável

A forma como nutrimos o nosso corpo é essencial para a manutenção da saúde. 

Os alimentos naturais são fonte de energia, nutrientes e de indiscutível importância no balanço das reações do nosso organismo.

Ao mesmo tempo que podem auxiliar no funcionamento, podem atrapalhar quando há o consumo exagerado de doces, industrializados, álcool e farinha. 

Ou seja, uma alimentação balanceada, saudável em sua predominância, é um importante combustível para a saúde em sua integralidade, sendo o carro chefe no bom funcionamento do corpo.

Prática de atividade física

Não fomos feitos para ficar parados! 

A atividade física nos auxilia na liberação dos hormônios importantes no funcionamento cerebral, na regulação das nossas emoções, contribui para a manutenção dos músculos, melhora e protege nosso sistema imunológico, evita problemas articulares, melhor nossa flexibilidade bem como nossa capacidade funcional e ainda é responsável pela liberação de endorfina e serotonina, responsáveis pelas sensações de bem-estar.

Além da prevenção, também é uma grande aliada no tratamento de psicopatologias como a depressão e ansiedade.

Vida social

Estar em contato com pessoas diferentes daquelas que convivemos diariamente é sempre muito rico, pois as trocas nos engrandecem enquanto pessoas.

Dessa forma, a preservação da vida social está muito atrelada tanto ao desenvolvimento pessoal como a momentos de lazer e diversão.

Reservar tempo para passeios, jantares, comemorações e festejos nos alimenta com afeto, amizade, companheirismo e parceria. Além disso, proporciona a experiências de vivências diferentes.

Esses momentos de distração colaboram para o rompimento do ritmo frenético de trabalho que vivemos atualmente, que também é grande responsável pela baixa qualidade de saúde mental.

Descanso

Tão importante quanto o trabalho é o descanso. 

Não há qualidade de trabalho sem pausas de qualidade. O nosso cérebro precisa descansar para produzir. 

Somos condicionados a entregar tudo de nós em todas as atividades que desenvolvemos, seja no trabalho, nos estudos ou nos momentos que passamos com nossos entes queridos. Entretanto, nos sentimos sobrecarregados e com baixo rendimento se não encaixamos na nossa agenda um respiro mental. 

Não é incomum hoje em dia pessoas diagnosticadas com síndrome de Burnout, psicopatologia relacionada ao esgotamento mental advindo das atividades laborais.

Separe diariamente um momento para que você possa relaxar, fazer o famoso “nada” e perceba a diferença na sua qualidade de vida.

Qualidade do sono

O sono é de fundamental importância para o bem-estar e capacidade funcional do indivíduo.

Com poucas horas dormidas, ficamos com a sensação de lentidão pois há prejuízos ao nosso funcionamento cognitivo.

Além disso, o corpo pede por descanso, gerando a sensação de que estamos pegando no sono a todo tempo.

A produtividade é seriamente afetada, assim como a atenção e a memória. O sono é a pausa necessária para o bom andamento do organismo. 

Busque ter uma rotina para se preparar para o sono, dormir e acordar no mesmo horário e se organizar antes de dormir para que esse momento seja aproveitado com qualidade, reduzindo ao máximo as preocupações.

Trabalho

O trabalho deve ser prazeroso, deve ser satisfatório financeiramente e mentalmente, deve prover a sua família e ser fonte de realização pessoal.

Dessa forma, quando sofremos com a chegada da segunda feira, é hora de reavaliar. 

A dor da mudança é grande, mas de permanecer onde está também é! Só precisamos escolher para qual lado queremos ir. 

Obviamente a troca de trabalho precisa e deve ser pensada, planejada e estudada de acordo com as condições da sua família.

Sair do emprego para diminuir seu mal-estar sem se organizar, só causará mais preocupação.

Assim sendo, se você perceber que não está mais feliz com a sua função ou o local onde labora, faça uma análise das suas finanças, da distribuição do seu tempo, das suas necessidades e da sua família, bem como de outras possibilidades de trabalho para ter o mínimo de segurança no momento da tomada de decisão.

Psicoterapia 

A psicoterapia é uma importante aliada na busca pela qualidade de saúde mental.

Reservar um momento para que você possa refletir sobre as suas questões, analisar seus comportamentos, suas dificuldades e suas habilidades, rever sua semana, pensar sobre seus sentimentos, observar como você está se saindo em suas atividades é fundamental tanto para o seu crescimento pessoal como para o desenvolvimento de inteligência emocional

Com a ajuda de um profissional qualificado podemos aprender mais sobre nós mesmos, sobre o que pensamos, gerando uma conexão interna e criando um repertório que facilitará a resolução de conflitos e situações complicadas que inevitavelmente surgem no nosso dia a dia. 

Quando nos fortalecemos enquanto pessoa, identificando e trabalhando com as nossas questões, conseguimos enfrentar os desafios da vida com mais leveza e assertividade.

Não há como pensar em saúde integral sem mencionar o autoconhecimento. Os nossos sentimentos, pensamentos e ações são peças chaves na manutenção da saúde mental e principalmente na saúde integral.

Conclusão

Percebe-se que a manutenção da qualidade da saúde mental é de extrema importância e está relacionada a vários aspectos.

Dessa forma, te convido a analisar seus hábitos atuais e responder: estou vivendo com saúde?

Se a sua resposta for não, questione-se se é assim que você quer viver, se é dessa forma que você merece viver.

Pense nos resultados positivos que você está adiando ter, pense em quanto você será produtivo, resolutivo e assertivo se ajustar seus hábitos e sua rotina. 

É importante ressaltar também que não há necessidade de gerar mudanças em todos os aspectos ao mesmo tempo. Busque ajuda profissional e trabalhe dia a dia para aprimorar uma coisa de cada vez.

Será mais saudável, mais duradouro e muito mais efetivo. 

Para finalizar, gostaria de te convidar para uma sessão de terapia, para que possamos analisar juntos como anda o seu cotidiano e sua saúde mental.

É só agendar no meu perfil, no Psicologia Viva.

Aguardo por você.

Encontre um psicólogo

Referências

  1. ALMEIDA, José Miguel Caldas de. Política de saúde mental no Brasil: o que está em jogo nas mudanças em curso. Cadernos de Saúde Pública, v. 35, p. e00129519, 2019.
  2. BASTOS, João; AFONSO, Pedro. O Impacto do Trabalho por Turnos no Sono e Saúde Psíquica. Revista Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, v. 6, n. 1, p. 24-30, 2020.
  3. GOLEMAN, Daniel; BOYATZIS, Richard; MCKEE, Annie. O poder da inteligência emocional: Como liderar com sensibilidade e eficiência. Objetiva, 2018.
  4. ONOCKO-CAMPOS, Rosana Teresa. Saúde mental no Brasil: avanços, retrocessos e desafios. Cadernos de Saúde Pública, v. 35, p. e00156119, 2019.
Bruna Dell Olivo
Últimos posts por Bruna Dell Olivo (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar