Desenvolvimento pessoal

5 dicas incríveis para aumentar a motivação e vencer o desânimo

A definição científica de motivação não apresenta um caráter consensual entre os pesquisadores, variando de acordo com a abordagem teórica de quem estuda esse fenômeno.

Em geral, as diferentes teorias enfatizam um ou vários dos seguintes aspectos: incentivo (alvo ou objeto que atrai ou repele o indivíduo), forças internas do indivíduo (necessidade, desejo, impulso, instinto, vontade, propósito, interesse) e determinantes ambientais. 

Os estudos atuais têm destacado a relação das cognições/pensamentos com a motivação através de conceitos e teorias que abordam as atribuições de causalidade, o estabelecimento e o alcance de metas e o tipo de motivação (intrínseca ou extrínseca), bem como os construtos baseados na autopercepção de capacidade.

Nesse sentido, já está comprovado que o modo como as pessoas constroem a situação, interpretam os acontecimentos e organizam a informação diante de uma situação interfere sobre os seus processos motivacionais.

O que é motivação?

A motivação é entendida como a escolha e persistência de comportamentos orientados para um objetivo. A motivação está relacionada a dois principais fatores: 

  • Expectativas de resultados: refletem a crença de que certos comportamentos são úteis para alcançar determinados objetivos.
  • Autoeficácia: crença sobre a capacidade pessoal para executar os comportamentos necessários para alcançar determinados objetivos.

Em relação às crenças de autoeficácia, o nível de motivação, os estados afetivos e as ações das pessoas baseiam-se mais no que elas acreditam do que no que é objetivamente verdadeiro.

No contexto escolar, por exemplo, os alunos desenvolvem crenças sobre si próprios como alunos e sobre suas capacidades cognitivas, se são bons ou não em determinada matéria. Tais convicções podem influenciar no maior ou menor envolvimento e persistência deles na realização dessas atividades escolares.

Como os pensamentos influenciam nossa motivação?

As cognições (crenças, representações, pensamentos, metas) são o fator central dos processos motivacionais conforme dados da teoria sociocognitiva.

Nossos pensamentos determinam nossos comportamentos no sentido de aproximação ou evitação de certas situações.

Além disso, nossos pensamentos possuem grande influência no quanto vamos persistir e nos esforçar para que uma tarefa seja cumprida. Portanto, nossos pensamentos alteram o quanto vamos nos dedicar para atingir um determinado objetivo.

5 dicas para aumentar sua motivação

 

  1. Tenha metas claras, viáveis e com um prazo definido para cumpri-las.

Saber onde queremos chegar é fundamental para que possamos nos manter focados naquele objetivo. Além disso, as metas facilitam nosso planejamento para realizar nossos sonhos dentro do prazo estabelecido.

  1. Aprenda a reconhecer as pequenas vitórias.

Nossa vida é feita de pequenas alegrias e conquistas. É importante que você as perceba e valorize parando para comemorá-las. Assim, você desenvolve um ciclo de gratidão e de recompensas pelos seus esforços – o que te manterá bem disposto(a) para encarar os desafios da vida.

  1. Faça pausas.

Sim! Saber descansar e reconhecer a importância dos momentos de descanso podem aumentar nossa motivação, pois evita um desgaste desnecessário e exagerado. Saber fazer pausas é importante para que possamos manter altos níveis de energia e de empolgação com nossas atividades. Dormir bem também é uma forma de recuperar o fôlego para continuar se dedicando às suas metas.

  1. Conte com ajuda.

Tentar dar conta de tudo sozinho(a) pode estar te sobrecarregando. Procure dividir as tarefas de forma harmoniosa e justa entre todos os envolvidos. Lembre que a terapia é uma forma de obter apoio e receber orientações preciosas sobre a sua situação em específico.

  1. Agarre-se nos seus sonhos.

Para realizar um sonho, muitas vezes precismos lidar com tarefas ou períodos difíceis. Para suportar as dificuldades, é essencial que possamos nos lembrar que essas dificuldades fazem parte de algo maior que é o nosso sonho.

Estamos enfrentando dificuldades somente porque estamos em busca de algo maior e mais importante! Estamos buscando realizar um sonho! Pode ser o sonho do casamento, de ter uma família, fazer uma viagem, comprar a casa própria ou terminar a faculdade. Não importa qual é o seu sonho. Lembre-se que algo maior será conquistado.

Alta motivação diante de um desafio

O estado de fluxo (flow) corresponde a um estado de consciência em que ocorrem elevados níveis de motivação, concentração, atenção, satisfação e envolvimento com algumas situações.

Essas situações são aquelas em que o sujeito percebe um equilíbrio entre desafios elevados e as competências que ele(a) possui para superar os desafios.

Quando esta experiência de flow é vivenciada, os pensamentos, sentimentos, desejos e ações se encontram em total harmonia e a pessoa sente uma agradável interação com a atividade, proporcionando elevados níveis de bem-estar psicológico.

O flow também é chamado de ‘experiência ótima’ e pode ser vivenciado em qualquer tipo de atividade que produza tal nível de envolvimento e contentamento. As características positivas associadas à experiência ótima têm efeitos a longo prazo sobre o desenvolvimento, já que a ocorrência deste tipo de experiência promove as competências do indivíduo. Assim, é possível desenvolver recursos de níveis cada vez mais complexos e obter níveis, sucessivamente, maiores de bem-estar individual e social.

Psicologia Positiva?

A motivação tem sido estudada pelos teóricos da Psicologia Positiva, pois trata-se de um dos componentes necessários para o florescimento das potencialidades e das virtudes humanas. Além disso, a motivação é um processo sujeito a mudanças no decorrer do desenvolvimento, pois sofre influência de fatores pessoais e contextuais.

A Psicologia Positiva tem como objetivo contribuir para o funcionamento saudável das pessoas, grupos e instituições, preocupando-se em fortalecer competências em vez de ficar focada somente em corrigir um problema psicológico.

Para isso, existem diversas pesquisas científicas conduzidas com métodos rigorosos para avaliar os aspectos virtuosos do ser humano.

O funcionamento humano é produto de uma inter-relação dinâmica entre fatores pessoais (crenças, expectativas, atitudes e conhecimento), comportamentais (atos e escolhas individuais) e ambientais (recursos, consequências de ações e ambiente físico). Desta forma, todos esses fatores influenciam e são mutuamente influenciados uns pelos outros quando tratamos do assunto da motivação.

E agora?

Você ficou curioso(a) para entender mais sobre a motivação? Quer ter mais dicas específicas para a situação que você está vivendo? Fique à vontade para entrar em contato comigo. Será um prazer esclarecer as suas dúvidas e saber qual é o sonho que está te fazendo buscar conhecimentos sobre Psicologia. Estou à disposição!

Gabriela Ballardin Geara
Últimos posts por Gabriela Ballardin Geara (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar