DestaquePsicologia do trabalho

Afastamento do trabalho: Conheça as principais causas e previna-se!

O afastamento do trabalho preocupa a todos, pois mostra como anda a saúde e bem-estar dos trabalhadores. Por isso, é importante entender as principais causas em que o afastamento acontece.

O que é o afastamento?

Quando uma pessoa não pode comparecer ao seu trabalho por motivos de saúde ou exercer normalmente as suas funções, ela pode ser afastada.

Isso quer dizer que ela deve permanecer alguns dias sem trabalhar até que se recupere totalmente. E claro, como você deve imaginar isso traz consequências tanto para o funcionário quanto para o empregador. 

Mas afinal, por quais motivos as pessoas mais se afastam do trabalho?

Quais as principais causas de afastamentos?

Segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, houve um levantamento sobre quais doenças estavam levando as pessoas a se afastarem de seus ambientes de trabalho.

Foi apresentada uma tabela com as principais causas de afastamento. Listamos para você as cinco primeiras:

#1 Dor nas costas 

Muitas pessoas ficam horas sentadas na frente do computador trabalhando. Se o colaborador não fizer pausas ou tiver momentos de alongamento e mudança de postura, ele pode ter consequências negativas para a sua saúde. 

Em alguns casos, ficar na mesma posição por muito tempo ou não ter uma postura adequada pode causar dores, principalmente na região lombar, o que atrapalha a execução das tarefas diárias. 

#2 Covid-19

Atualmente os números de internações e mortes por conta da Covid-19 estão caindo, mas ainda são considerados altos. 

Dessa forma, muitas das pessoas que são infectadas estão em idade ativa, ou seja, estão trabalhando. Algumas delas só conseguem exercer sua atividade laboral presencialmente e por isso estão mais propensas ao contágio. 

Por conta da gravidade e da velocidade de propagação do vírus, os afastamentos são mais prolongados, pois devem incluir o tempo de quarentena recomendado pelas autoridades médicas.   

# 3 Fraturas

As fraturas podem ser causadas pela má execução de alguma etapa na produção e podem afetar muito o trabalho, dependendo de qual atividade é realizada. Se o trabalho for manual, uma lesão ou fratura pode prejudicar a execução ou até impedi-la. 

Caso o trabalho seja remoto, movimentos repetitivos, principalmente das mãos, podem causar dores nos tendões e também afetar a agilidade e qualidade do serviço.

Mais uma vez, o tempo do afastamento pode ser prolongado a depender das recomendações de médicos.

Ansiedade e Depressão

Estes dois transtornos podem ser desencadeados por uma somatória de fatores, dentre eles alguns originários de uma instabilidade na vida pessoal, mas que podem ser potencializados pelo estresse e cansaço causados por excesso de trabalho ou de preocupações. 

Apesar de serem considerados distintos, a ansiedade e a depressão estão muitas vezes associadas. Elas podem impactar na motivação, produtividade e qualidade de vida dos trabalhadores.

Dependendo da gravidade, o colaborador pode se afastar do trabalho e iniciar um tratamento que pode se prolongar por um tempo maior, dependendo do grau que estes transtornos estão gerando na vida deles.

Nestes casos, quanto maior é a rede de apoio, ou seja, quanto mais pessoas estiverem fornecendo ajuda, mais rápida é a recuperação. Dentre elas podem estar os colegas de trabalho e a própria instituição em si que pode oferecer apoio. 

O Home-office

Além das causas que já comentamos nos parágrafos anteriores, estamos enfrentando uma situação atípica, onde trabalhadores passaram a exercer suas funções desde casa. Com isso, juntaram-se a soma outros fatores. 

Muitas crianças também passaram a ter aulas on-line e por conta disso seus pais tiveram que se adaptar, criando novas rotinas e hábitos, pois além de suas tarefas diárias de trabalho, também afloraram ainda mais seus papéis como educadores.

Esta situação, somada com as incertezas sobre o novo cenário mundial, também contribuíram para o aumento do nível de estresse e ansiedade dos trabalhadores, que muitas vezes não encontram em suas rotinas um tempo de descanso ou de cuidado pessoal.

Como prevenir-se dos afastamentos?

Agora que você já sabe os principais motivos que levam as pessoas a se afastarem, pode pensar no que fazer para evitar que esta situação aconteça.

  1. Disponibilize equipamentos de proteção aos seus colaboradores;
  2. Invista em um programa de proteção à saúde mental;
  3. Evite demandar muitas tarefas a um único trabalhador;
  4. Incentive as pausas e momentos de descanso;
  5. Faça um acompanhamento periódico da saúde dos funcionários.

Pense em adotar algumas destas práticas, a tendência é que os afastamentos diminuam.

Além do trabalhador

Saber quais são as principais causas de afastamento no trabalho trará benefícios para você empregador, porque assim você:

  • Age como um visionário, antecipando-se aos problemas. Com isso você pode criar políticas internas;
  • Evita todos os entraves e consequências envolvidos no afastamento de um colaborador;
  • Mostra que você se preocupa com o bem-estar e qualidade de vida de seus funcionários;

Este post é para te informar sobre as melhores práticas e te ajudar a se prevenir dos afastamentos. Nossa missão é assegurar que os seus colaboradores estejam bem para serem motivados e produzirem um bom trabalho!

Se você gostou do tema e quer saber mais sobre, aproveite e baixe aqui o e-book absenteísmo e previna-se ainda mais de afastamentos! 

Você pode também acessar a nossa calculadora de absenteísmo para saber os custos diretos que você está perdendo com afastamentos por problemas mentais ou psicossomáticos.

Referências

  1. https://www.gupy.io/blog/absenteismo
  2. https://pro-labore.com/conheca-as-3-principais-causas-de-afastamento-do-trabalho/
  3. https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2021/02/04/trabalho-pode-te-deixar-doente-veja-o-que-mais-causa-afastamentos-no-pais.htm
  4. https://g1.globo.com/es/espirito-santo/noticia/2020/01/30/mais-de-14-mil-pessoas-foram-afastadas-do-trabalho-por-ansiedade-em-2019-no-es-diz-inss.ghtml
  5. https://noticias.r7.com/economia/economize/covid-19-ja-e-a-terceira-maior-causa-de-afastamento-no-trabalho-13032021
  6. https://www.psicologiaviva.com.br/calculadora-de-absenteismo/
  7. https://blog.psicologiaviva.com.br/questoes-psiquiatricas/
  8. https://blog.psicologiaviva.com.br/problemas-psicossomaticos/
Psicologia Viva
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar