CarreiraDesenvolvimento pessoal

Descubra como seu cérebro aprende de forma mais efetiva. Questionário gratuito!

Hoje a Psicóloga Junguiana e Coach Elaine Poltronieri apresenta mais uma publicação relacionada ao tema sobre Desenvolvimento Profissional. Confira!

Melhorando sua comunicação

“Gosto de incentivar os outros. No trabalho, falo positivamente com os meus colegas e ouço-os com compaixão.”

Louise Hay

Neste artigo vamos desvendar os caminhos que o cérebro humano percorre para se comunicar com o mundo externo. Vamos entender melhor como ele, o cérebro, aprende as informações que recebe e como escolhe se comunicar de forma mais eficaz. Este artigo dá continuidade ao tema Desenvolvimento Profissional, e ao final você receberá de presente um questionário para identificar a sua forma de se comunicar no mundo.  Vamos lá? 

Não deixe de compartilhe com sua família e seus amigos!

Como nosso cérebro percebe e aprende?

Nosso cérebro percebe o mundo, processa as informações que julga importante, aprende e se expande. Durante este processo, filtra o que lhe convém e foca sua atenção conforme seu interesse.

Todos nós captamos informações através de três canais que são básicos, porém cada um de nós tem maior facilidade para captar primeiramente com um destes canais, é a forma que aprendemos mais facilmente. 

Vou lhe ensinar como influenciar as pessoas que estão à sua volta percebendo qual o canal predominante delas.  E no final do artigo você poderá responder um questionário que lhe apontará qual a sua forma dominante de se comunicar com o mundo!

Canal de aprendizado: VISUAL

As pessoas que têm este sentido como canal dominante ao seu aprendizado, percebem o mundo em primeiro lugar através das informações visuais, tais como luzes, cores, cartazes, gráficos, fotografias, desenhos, enfim, tudo o que estimule este canal visualmente falando. 

Para se comunicar bem com uma pessoa visual, use uma postura amigável e disponível, ele observará os detalhes da sua apresentação pessoal, os cuidados que você tem consigo mesmo externamente falando. A Estética é levada em consideração.

Se um visual, por exemplo, tiver que escolher entre algumas opções para tomar um simples café, ele levará em consideração em primeiro lugar o visual da cafeteria, olhará a fachada e ao aproximar-se observará todos os detalhes estéticos. Se o local for sujo, de aparência duvidosa, mesmo se o café for considerado o melhor da cidade ele nem chegará perto. Mas se o local for convidativo e aconchegante, visualmente falando, se estiver bem cuidado em todos os detalhes, o visual entrará e fará seu pedido.

Canal de aprendizado: AUDITIVO

As pessoas que têm este sentido como canal dominante ao seu aprendizado, percebem o mundo em primeiro lugar através das informações auditivas, como música, instrumentos, ritmo, tom de voz, enfim, tudo o que estimule este canal auditivo. 

Para se comunicar bem com uma pessoa auditiva, use palavras amigáveis, esteja disponível, ele observará os detalhes da sua fala, seu tom de voz, o sentimento de verdade que coloca nela. 

Observará como você discorre sobre algum tema, se tem coerência, se tem conhecimento do que está falando, se possui persuasão, se consegue se expressar de forma transparente e se transmite confiança e verdade naquilo que fala. 

Se um auditivo, por exemplo, tiver que escolher entre algumas opções para tomar um simples café, ele levará em consideração em primeiro lugar a forma como a cafeteria e as pessoas que estão lá se comunicam com ele. Ele é recebido por uma pessoa bem humorada? A pessoa que o atende fala com ele, dando atenção, olhando-o nos olhos enquanto fala? Ela presta atenção ao que ele fala? 

Canal de aprendizado: CINESTÉSICO

As pessoas que têm este canal como forma dominante de aprendizado, percebem o mundo em primeiro lugar através das informações cinestésicas, como movimento e contatos sensoriais, os que envolvem o gosto das coisas, o contato afetivo, um aperto de mão, um abraço, o conforto, a proximidade, enfim, tudo o que estimule este canal cinestésico. 

Para se comunicar bem com um cinestésico, use gestos amigáveis, esteja próximo, ele observará os detalhes da sua postura, aproxime-se dele, aperte sua mão, dê um abraço ou ainda toque-o de alguma forma, ele precisa sentir o afeto e a atenção do outro através do toque. 

Se um cinestésico, por exemplo, tiver que escolher entre algumas opções para tomar um simples café, ele levará em consideração em primeiro lugar o cheiro gostoso de café e das comidinhas que a cafeteria oferece. 

O aroma será fundamental para que ele fique e escolha algo do cardápio. Ele é recebido por uma pessoa afável? A pessoa que o atende se aproxima para recebê-lo bem? Oferece guloseimas fresquinhas e cheirosas? Talvez ofereça um pão de queijo que acaba de ser assado? 

Ou ainda pode oferecer um pedacinho de bolo de degustação para que o cliente sinta-se em casa?  Os locais onde os cafés são servidos abraçam o cliente, como uma cadeira confortável e acolhedora? Claro, há vários outros exemplos que posso citar, mas aqui quero estimular sua percepção. Que ela seja agora diferenciada em relação ao seu mundo.  

Como identificar qual é o canal predominante do outro? 

Você consegue identificar através do movimento dos olhos. Sim dos olhos! No artigo anterior (veja-o aqui), trabalhamos a Harmonia, lembra? Se não leu, leia antes de continuar esta leitura, porque lá ensino a forma de iniciar a comunicação; e agora acrescentarei dicas importantes.

O visual faz imagens no cérebro

Ele olha na maioria das vezes para cima enquanto conversa com você sobre um tema que o interessa. Se ele olha para cima e para a direita ele está construindo uma imagem daquilo que está sendo mostrado a ele. Se ele olha para cima e para a esquerda ele está se recordando de suas memórias visuais. 

O auditivo percebe os sons e os cria no cérebro 

Ele olha na maioria das vezes para os lados enquanto conversa com você sobre um tema que o interessa. Se ele olhar muitas vezes para a direita, é sinal que ele está diante de sons novos para ele. Se ele olhar muitas vezes para a esquerda está se conectando a memórias auditivas.

O cinestésico sente e registra as sensações no cérebro 

Ele olha na maioria das vezes para baixo enquanto conversa com você sobre um tema que o interessa. Se ele olhar muitas vezes para a direita, é sinal que está sentindo algo. Se ele olhar muitas vezes para a esquerda, está conversando com ele mesmo.

Topa fazer um teste com as pessoas do seu convívio? 

Refaça aquele teste do artigo anterior e acrescente as informações que os olhos vão lhe transmitir, identifique o canal de comunicação e depois ficará fácil identificar em outras pessoas. Perceba o movimento dos olhos. 

Teste o canal visual

Inicie a conversa, levando em conta a Harmonia que cito no artigo anterior. Uma sugestão de assuntos que podem ser abordados na conversa: “se eu precisar ir até a sua residência qual o melhor caminho? ou “outro assunto, você consegue me descrever qual é a roupa que mais usa? Onde ela está guardada?” 

Depois veja o olhar para o outro lado, pergunte: “você consegue imaginar sua casa pintada de roxo? Como seria?  Consegue ver como ficaria um elefante rosa no meio da sua sala?” 

Neste exercício ela será obrigada a usar o canal visual. Os olhos mexem-se muito rápido, preste atenção enquanto ela fala. 

Teste o canal auditivo

Inicie a conversa, levando em conta a Harmonia que cito no artigo anterior. O assunto abordado na conversa poderá ser: 

“Qual sua música preferida? Consegue cantar um pouquinho pra mim? O refrão?” ou “qual a frase que você mais gosta de ouvir da pessoa amada?”, “qual barulho da natureza você mais gosta?”, “o que você mais escuta seus pais lhe dizerem?

Neste exercício ela será obrigada a usar o canal auditivo. Os olhos mexem-se muito rápido, preste atenção enquanto ela fala. 

Teste o canal cinestésico

Inicie a conversa, levando em conta a Harmonia que cito no artigo anterior. O assunto abordado na conversa pode ser: “qual o momento mais feliz de sua vida… pode me contar? Você pode perguntar também se a pessoa é casada, como foi o casamento, ou se tem filhos, pode perguntar o que sentiu quando ele ou ela nasceu… 

Sempre perguntando “o que sentiu na situação” e sempre uma situação boa. Exemplos: formatura, casamento, namoro, morar junto, nascimento de filhos ou sobrinhos. “Qual o cantinho da casa que mais gosta, o que sente quando está lá?”

Neste exercício ela será obrigada a usar o canal cinestésico. Os olhos mexem-se muito rápido, preste atenção enquanto ela fala. 

Responda o questionário que disponibilizo abaixo para saber qual seu canal de comunicação predominante. Entre no meu perfil, envie-me um WhatsApp dando um feedback.

Fique ligado nos próximos artigos, não perca! 

 

Questionário para identificar seu canal de comunicação dominante

Responda às perguntas deste questionário escolhendo dentre as alternativas: a, b ou c, a de sua preferência, para cada item, depois faça sua própria avaliação:

1) Eu gostaria de responder este questionário:

  1. Por escrito
  2. Verbalmente
  3. Realizando tarefas

2) Para me agradar é só me dar algo:

  1. Bonito
  2. Sonoro
  3. Útil

3) Eu tenho mais facilidade em recordar nas pessoas:

  1. A fisionomia
  2. O nome 
  3. As atitudes

4) Aprendo mais facilmente:

  1. Lendo
  2. Escutando
  3. Fazendo

5) Atividades que mais me atraem:

  1. Fotografia/Pintura
  2. Música/Oratória
  3. Escultura/Dança

6) Na maioria dos momentos, eu prefiro:

  1. Observar
  2. Escutar

      3. Fazer

7) Recordando os momentos felizes, vem-me a mente:

  1. As cenas
  2. Os sons
  3. As sensações

8) Durante minhas férias, gosto de:

  1. Visitar lugares bonitos
  2. Repousar em lugares silenciosos
  3. Participar de atividades físicas

9) Valorizo nas pessoas, principalmente:

  1. A aparência
  2. O que elas dizem
  3. O que elas fazem

10) Acho que alguém gosta de mim quando:

  1. Dá presentes
  2. Faz elogios
  3. Tem atitudes positivas comigo

11) Das três ações seguintes, prefiro:

  1. Focalizar
  2. Sintonizar
  3. Movimentar

12) Valorizo mais:

  1. O aspecto
  2. O ritmo
  3. A Coordenação

13) Meu carro preferido tem que ser:

  1. Charmoso
  2. Silencioso
  3. Confortável

14) Quando estou interessado em algo, procuro:

  1. Olhar bem
  2. Ouvir com atenção
  3. Participar

15) Para decidir utilizo mais:

  1. O que vejo
  2. O que escuto
  3. O que sinto

16) O que mais me incomoda:

  1. Luminosidade forte
  2. Barulho
  3. Coceira

17) A qualidade que mais me agrada é:

  1. Colorido
  2. Afinado
  3. Saboroso

18) A característica fundamental em uma peça de teatro é a:

  1. Iluminação
  2. Eloquência  
  3. Gesticulação

19) Meu passatempo favorito é:

  1. Observar o belo
  2. Ouvir sons harmoniosos
  3. Dançar ou fazer exercícios

20) O programa que eu escolheria com mais gosto seria:

  1. Visitar uma exposição
  2. Ir a um concerto
  3. Ir a um parque de diversões

 

Letras Número de Respostas Canal Predominante
A VISUAL
B AUDITIVO
C CINESTÉSICO

 

Todos nós nos comunicamos usando os três canais, mas há um que é chamado de canal dominante, ou seja, é através deste canal que conseguimos absorver o conhecimento, as ideias ou as informações de forma mais rápida e fácil. 

Seu canal de comunicação dominante é o que somou maior número de respostas:________________________________

 

Convido você a agendar um horário comigo para juntos trilharmos um caminho que o levará ao sucesso profissional, vamos juntos? 

Seja bem-vindo ao meu consultório virtual. Agende agora mesmo sua consulta: https://blog.psicologiaviva.com.br/psicologos/elainepoltronieri/ 

 

Elaine Poltronieri
Últimos posts por Elaine Poltronieri (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar