Desenvolvimento pessoal

Como estou me sentindo? 

Emoções? Eu sei o que são elas?

Existem várias teorias e discussões sobre como defini-las, na atualidade passou-se a ter um consenso em relação a alguns aspectos precisos do que seja uma emoção

As emoções são partes fundamentais no sistema de processamento das informações do organismo, tendo origem desde a evolução da espécie humana, agregando benefícios de sobrevivência. São meios precisos do organismo, porém, dependendo do ambiente podem adaptar-se a atuais acepções a partir da interação.

Entretanto, na pessoa, suas vivências e cultura são aspectos fundamentais para formar as emoções.

As nossas emoções podem nos causar reações fisiológicas e características motivacionais, e em alguns casos a ação, dando dica de que algo não está bem e que se faz preciso observar. Por outro lado, as reações no corpo ou mudanças no ambiente podem ser precisas para poder lidar melhor com a situação.

Não somos seres dominados totalmente pelas emoções, conseguimos molda-las através das experiências e reflexões que vivenciamos, atribuindo novo significado ao que sentimos, podendo ser de certo modo até mesmo contrário do que demonstram.

O que é lidar com as emoções? 

Podemos dizer que é sentir e entender o que estou sentindo, o que está decorrendo, sendo ela positiva ou negativa, permitindo-se sentir e experienciá-las, mantendo o controle da intensidade que concedo ao que esteja se passando naquele momento.

Além disso, é algo pessoal e subjetivo, onde cada pessoa tem a sua forma de expressá-la e a habilidade de controlar suas emoções.

É preciso passar pelo processo do autoconhecimento para poder se compreender, entender o sentir. Ressalto que o sentir difere de pessoa para pessoa, é subjetivo, cada indivíduo sente e vivência de forma diferente, de forma parecida, que não quer dizer igual.

As experiências que vamos adquirindo no decorrer do processo, vão nos trazendo um novo e melhor olhar em relação ao que sentimos e às possibilidades que podem ocorrer, e do que se é possível fazer com elas.

A importância de saber lidar com as emoções

O manejo das emoções, ajuda-nos de várias formas, em nossa saúde mental e física. Isso porque sabendo lidar com o que sentimos não nos permitimos que sejamos facilmente afetados, como por exemplo: por alguma doença, pois junto com a notícia da doença, vem também um misto de emoções e sentimentos.

Portanto, saber maneja-las, nos auxilia nesse equilíbrio. 

As nossas emoções e sentimentos estão interligados a todo o nosso ser. No nosso dia a dia, é importante saber distingui-las e trazer esse equilíbrio sobre elas, conseguir nivelar esse sentir.

Existirão dias dias que não será possível?

Sim. E está tudo bem, pois a cada dia é um novo recomeço. 

Sabendo lidar melhor com as emoções, conseguimos vivenciar de uma melhor forma os nossos relacionamentos, tornando-os mais saudáveis e trazendo um equilíbrio para ambas as partes, conseguindo até mesmo se expressar de uma melhor maneira sobre o que ou como esteja se sentindo.

Como estou me sentindo?

Em meio a esse período em que estamos vivenciando, algo atípico, fora da nossa “normalidade”, esse questionamento nos faz refletir de profunda maneira, se sabemos de fato como estamos nos sentindo.

É um misto de sentimentos e emoções que se passam dentro de nós mesmos, que em sua maioria não sabemos distinguir e dar significados a elas. São muitas situações que ocorrem ao mesmo tempo, e acabamos que intensificando tudo no mesmo momento, não conseguindo assim identificar a intensidade que está sendo dada.

É importante refletir sobre o que está se passando com você mesmo, e a forma que está sendo intensificado esse sentir.

Existe, sim, variadas emoções e sentimentos que estão ocorrendo principalmente nesses últimos anos, podemos citar:

  • Medo,
  • Angústia,
  • Tristeza,
  • Ansiedade,
  • Etc.

Vamos pensar: Se não estou me sentindo bem, não consigo expressar aquilo que sinto, e não sei lidar com os sentimentos e emoções. Diante disso, o que está me impedindo hoje de buscar ajuda?

O que posso fazer para ajudar a mim mesmo?

Faz-se necessário a busca por uma psicoterapia, pois aderindo ao processo terapêutico, junto a um profissional psicólogo, vocês irão juntos organizar esse misto de sentimentos que estão surgindo, passo a passo, em cada sessão.

Irão surgir experiências e vivências suas que serão facilitadas pelo psicólogo. Em cada momento único vivido nos atendimentos você poderá se beneficiar do autoconhecimento, que levará você a compreensão das suas emoções e, consequentemente, a conseguir lidar com elas, trazendo o equilíbrio.

Desta forma você irá compreender o que sente e a intensidade que está atribuindo a cada emoção e sentimento.

É de fundamental importância aderir ao processo terapêutico, ele é um período que demanda, sim, um tempo, tendo dias que vão ser bons e outros não tão bons assim, pois estamos falando de um processo de autoconhecimento, é um momento que vai trazer variadas experiências, vivências de passo a passo.

Conclusão

Deste modo, chegamos à conclusão de que as emoções, o sentir, são fatores subjetivos, cada pessoa tem sua forma de sentir e inúmeras formas e possibilidades para lidar com elas.

É importante ressaltar que a forma que intensificamos é um fator importante, e a quem busco para me auxiliar nos meus variados questionamentos e dúvidas é relevante, pois apenas um profissional da psicologia que se preparou para trabalhar com a saúde mental e emocional do ser humano saberá de fato auxiliar e guiar nesse período de resiliência.

A descoberta e redescoberta do ser, e trabalhar as emoções, o sentir, fazem parte de um todo, até mesmo do nosso autoconhecimento.

Junto com o psicólogo você desenvolverá a sua forma de ser, o seu equilíbrio, aprendendo a lidar com o seu sentir.

Para finalizar trago uma frase de Carl Rogers: “Nenhuma ideia criada por outra pessoa ou por mim tem tanta autoridade, quanto a minha experiência.”

E lhe trago esses questionamentos: Como você está se sentindo? Após ler esse pequeno texto e refletido, você se abrirá à aventura do autoconhecimento, aderindo à psicoterapia? 

Maria Eduarda Silva de Santana

Psicóloga – CRP 17/5341

Referências Bibliográficas 

  1. MENDES, Marco Aurelio. Terapia focada nas emoções e processos de mudança em psicoterapia. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-56872015000200005. Acesso em: 06 jun. 2021.
  2. ROGERS, Carl R.. Torna-se Pessoa. Disponível em: https://psicologadrumond.files.wordpress.com/2013/08/tornar-se-pessoa-carl-rogers.pdf. Acesso em: 06 jun. 2021.
Maria Eduarda Silva de Santana
Últimos posts por Maria Eduarda Silva de Santana (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar