Desenvolvimento pessoal

Como vencer a autossabotagem

O que é autossabotagem

Autossabotagem é uma série de comportamentos em que criamos empecilhos de maneira consciente ou inconsciente, os quais dificultam ou nos impedem de executar tarefas ou realizar coisas que desejamos. Em outras palavras, é o boicote pessoal, quando agimos contra nossos planos.

O que você faz quando se depara com a sua dor mental?

Come muito? Trai seu parceiro? Inventa mentiras para si mesmo e para os outros? Se automedica? Joga a culpa em alguém ou algo? Foge para drogas ilícitas? Compra compulsivamente? 

Justificativas é o que você usa, quando descobre seus defeitos e falhas?

“Fui demitido porque meu chefe não gostava de mim!”, “bebo demais porque em casa é só brigas””, “traí minha esposa porque ela era muito ausente!”. Essas são frases que já ouvi as pessoas falarem, mas detrás delas sempre havia uma verdade que não era dita. 

Todos nós em algum momento da vida já nos sabotamos. A questão é que precisamos saber identificar quando estamos fazendo isso para que seja possível evitar, mas isso não é difícil fazer, pois existem alguns comportamentos que nos sinalizam. 

5 atitudes autossabotadoras e como vencê-las

Eu listei aqui cinco atitudes que indicam autossabotagem e formas de vencê-la:

#1 – Procrastinação

É o ato de adiar a realização de determinada tarefa. É comum termos várias desculpas para procrastinar ou justificar nossa falta de compromisso, sempre há uma desculpa do porquê não ter começado aquele projeto, de não ter feito aquele serviço hoje, de não ter iniciado a dieta ou até mesmo do porquê deslizou e voltou a comer fast food.

Essas explicações só servem para você se autoafirmar de que tudo isso aconteceu por alguns motivos, mas a verdade é que está se sabotando e adiando atividades.

#2 – Medo de errar

O medo é prejudicial quando ele nos paralisa e atrapalha a realização dos nossos sonhos, caso contrário, ele é saudável e natural e pode até nos impedir de arriscar em situações de perigo. Sempre que você for possuído pelo medo excessivo é só se perguntar o que de pior pode acontecer se o medo se concretizar, fazendo isso você vai descobrir crenças que alimentam seu medo e comportamentos sabotadores. E muitas vezes o seu medo nem é tão grande quanto você imaginava. 

#3 – Focar sempre no lado negativo

A pessoa que só olha o lado negativo de tudo perde o foco do seu objetivo, se ocupa com hipóteses negativas, direciona a sua energia para possíveis catástrofes. Mas há outro caminho que pode ser seguido, você pode imaginar o sucesso, criar hipóteses positivas e tentar enxergar o lado bom independente da dificuldade, sempre há aspectos positivos.

#4 – Acreditar que não é merecedor

Quando a pessoa acredita que não merece algo, ela desvaloriza suas qualidades e conquistas e exalta suas falhas, dar mais importância ao julgamento alheio, mas saiba que é importante reconhecer suas virtudes e méritos, não apenas reconhecer, mas comemorar também por cada vitória, cada degrau subido, cada etapa concluída.

#5 – Necessidade de ter controle sobre tudo e de ser autossuficiente:

Existem pessoas que desejam ter um controle absoluto sobre as coisas e às vezes até sobre os outros, porém quando as coisas não saem como foi planejado surge a frustração. O planejamento é importante, mas é impossível ter controle sobre tudo, nem sempre as situações vão acontecer como gostaríamos. Além disso, há aquelas pessoas que querem fazer tudo sozinha e não delega funções a ninguém, justamente por achar que outra pessoa fazendo determinada atividade vai fugir do controle ou não ficará tão bom quanto ficaria se ela mesma fizesse, mas a verdade é que isso também é uma forma de se autossabotar, pois ficando sobrecarregando terá grandes chances de não conseguir fazer tudo e com qualidade e a partir disso gera o desapontamento e a desculpa de que não conseguiu pelo fato de ter muitas tarefas para fazer, mas lembre-se que foi sua escolha de não dividir as atividades.

Consegue perceber como tudo está relacionado?

Esses são só alguns sinais de que estamos nos sabotando, mas independente de qual comportamento você apresentar, é fundamental superá-lo se quiser atingir seus objetivos e ter sucesso na vida. Agora que já aprendeu algumas das atitudes sabotadoras, deve está se perguntando como enfrentar a autossabotagem, você vai saber isso nas próximas linhas.

Instruções básicas para vencer a autossabotagem

Determine prioridades

A primeira dica é definir e anotar as atividades diárias, estabelecer prazos e prioridades, assim evita ficar sobrecarregado, evita deixar para depois e dizer que não teve tempo de fazer, visto que tudo já está organizado de acordo com a data, prazo e prioridade de cada tarefa.

Ter seus objetivos de forma clara

Para enfrentar a autossabotagem é necessário ter em mente quais são seus objetivos, pois muitas vezes você pode não concluir uma atividade justamente por não ser aquilo que você queria, sendo assim, você não se dedica verdadeiramente. 

Planejamento

Depois de saber onde quer chegar, planeje como chegar, trace estratégias de como atingir seus objetivos e mantenha-se motivado, pois assim vai entender o que precisa para alcançar suas metas. 

Analise seus comportamentos

Outra dica é analisar os seus comportamentos, pois o autoconhecimento é fundamental para enfrentar a autossabotagem, é através dele que você consegue identificar o que te impede de evoluir. Então analise e mude o que for necessário. Lembre-se sempre: você pode ser seu pior inimigo se autossabotando e também pode ser seu maior incentivador, está em suas mãos, faça sua escolha.

Tenha paciência

Já ouviu o ditado que “a pressa é a inimiga da perfeição”?! É necessário ter paciência em cada detalhe, desde o planejamento até a execução de um objetivo, mesmo que seja um pequeno objetivo, uma pequena meta, é necessário paciência do início ao fim. Lembrando que é importante dar o seu melhor, mas isso não quer dizer que você precisa buscar pela perfeição e comprometer sua saúde física e mental.

Agora que você já consegue identificar alguns sinais de autossabotagem e sabe algumas dicas para enfrentar essa dificuldade, é só colocar tudo em prática, acreditar em si mesmo e se planejar, pois com motivação e planejamento será mais fácil superar os obstáculos que te impedem de atingir seus objetivos.

Referências bibliográficas

  1. ROSNER, Stanley; HERMES, Patrícia. “O ciclo da autossabotagem”. Rio de Janeiro: Best Seller, 2018.
  2. Lima, ANDRÉ. “Por que você não para de se sabotar?”. Link de acesso: http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=32266.
Tercília Maria Rodrigues Osório
Últimos posts por Tercília Maria Rodrigues Osório (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Sinto tudo isso, mim retraio, não consigo mais faser amizades, não consigo atingir meus objetivos, não gosto de sair mas tenho muita vontade , qro conhecer lugares mas não tenho ânimo, choro sozinho , inclusive agora , auto-estima sempre baixa , não gosto q pessoas falem auto perto de mim pois pensso q alguem vai ouvir o q falamos , prometo coisas q não consigo cumprir , dificuldade de diálogo com pessoas exemplo chegar em um grupo de pessoas e mim introduzir naquele meio, mas as vezes falo demais desnecessariamente, consumo de álcool e frequente e muito auto , vontade de parar com a vida , não qro sair de casa para q as pessoas não mim veja , para q não fique mim olhando , não consigo mais aproximar dos meus familiares , e Só decadência !!!acho q estou pressisando de ajuda de verdade etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar