Saúde

Crise de ansiedade: sintomas, causas, tratamento, tem cura?

Quem nunca sentiu um frio na barriga diante de momentos importantes? Algumas vezes, essa sensação pode ser mais forte, incluindo medos desproporcionais e grande nervosismo. Você se identifica com esses sinais? Se sim, pode estar sofrendo de crise de ansiedade.

Quer entender um pouco mais sobre o assunto? Neste post, você vai saber o que é e como lidar com a ansiedade. Aproveite as informações que trouxemos!

O que é crise de ansiedade? É a mesma coisa que síndrome do pânico?

A ansiedade é um sentimento comum na vida das pessoas. Está relacionada com as nossas expectativas para eventos futuros e a preocupação diante de situações novas. Entretanto, quando ela é vivenciada de forma exagerada, temos a crise de ansiedade.

Conheça os sintomas:
•Grande preocupação com o futuro;
•Sofrimento por antecipação, imaginando cenários ruins;
•Medo desproporcional;
•Sensação de pressão e falta de ar.

Esse problema, entretanto, não é tão grave quanto a síndrome do pânico. Os ataques de pânico têm sintomas físicos mais fortes e as crises acontecem de uma hora para outra, sem que a pessoa consiga identificar o motivo.

Porque estou tendo crises de ansiedade?

A ansiedade pode se tornar exagerada por causa de aspectos genéticos, traumas psicológicos ou situações atuais estressantes. Assim, o problema costuma afetar pessoas que sofrem por algo do passado ou que estão expostas a contextos difíceis no presente.

Já as razões por trás de cada crise de ansiedade variam de pessoa para pessoa. Quem sofre com essa condição precisa identificar os gatilhos — ou seja, as situações que potencializam sua ansiedade.

Podem ser, por exemplo, momentos em que é preciso falar em público, estar em lugares fechados ou lidar com multidões. Como os sintomas e as causas são muito variadas, é fundamental investigar as características da crise para conseguir evitá-la.

Como superar crises de ansiedade em momentos difíceis?

Durante uma crise de ansiedade, há alguns cuidados que você pode ter para conseguir controlar as emoções e ficar bem. Procurar um tratamento profissional é indispensável, mas veja algumas dicas sobre o que fazer no momento da crise:

•Respirar fundo e lentamente;
•tentar relaxar os músculos, fazendo alongamentos;
•diminuir o ritmo do pensamento, descansando a mente;
•usar coisas para se distrair (por exemplo: ouvir música, jogar ou ler);
•trocar pensamentos negativos por visões otimistas;
•fazer exercícios de imaginação guiada — pensando em cenas que transmitam paz;
•desabafar com um amigo ou escrever sobre o que está sentindo;
•praticar uma atividade física para diminuir a tensão e liberar hormônios do bem-estar.

Qual é a dica mais importante?

As orientações anteriores são muito úteis quando você está enfrentando uma crise e não sabe o que fazer para melhorar. Entretanto, o melhor cuidado que você pode ter consigo mesmo é procurar um psicólogo e começar o tratamento efetivo contra a ansiedade.

Cuidar da saúde física e mental é a maneira mais efetiva de não só combater uma crise, mas prevenir o acontecimento de outras. Para isso, fazer terapia é fundamental.

O psicólogo vai ajudar você a identificar as causas do problema e fortalecer sua mente para superá-lo. Além disso, você também vai aprender a mudar aspectos da rotina que possam estar influenciando na ansiedade, como a alimentação.

A crise de ansiedade é um grande desafio, mas com ajuda você é capaz de passar por ele. Reconheça a importância do atendimento profissional e cuide da sua mente e do seu corpo. Fazer exercícios, ter uma boa alimentação e aumentar a qualidade de vida são formas de deixar as crises para trás.

Você se identificou com o que abordamos neste post? Quer saber se pode estar com esse problema? Faça o nosso teste de ansiedade e saiba a resposta!

Psicologia Viva

Selecionamos o psicólogo adequado para a sua necessidade e possibilitamos você ter uma consulta online por videoconferência de qualquer lugar do mundo.
Psicologia Viva
Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar