Desenvolvimento pessoal

Ser imperfeito: Descubra 5 livros para te ajudar a desenvolver a autoaceitação

Quantas vezes nos últimos dias você se comparou com alguém?

Já percebeu que há alguns anos as comparações que sofríamos aconteciam mais em ambientes empresariais ou familiares, mas que, atualmente, mal podemos desbloquear nossos celulares que logo surge uma nova oportunidade de nos compararmos às outras pessoas?

O problema nesse comportamento é que passamos a enxergar em nós mesmos características que antes passavam despercebidas e começamos a vê-las como defeitos.

A grande consequência disso tudo é que uma vez que percebemos esses “defeitos” em nossa aparência e personalidade, mudar nossa percepção se torna muito complicado.

Por mais difícil que seja, a boa notícia é que mudar esse mindset é possível!

Quer desenvolver a autoaceitação? Vem com a gente, os 5 livros que escolhemos têm justamente o que você precisa!

1. A Coragem de Ser Imperfeito – Brené Brown

Você já teve, alguma vez, a sensação de que não era bom o bastante para realizar uma tarefa, para alcançar um objetivo ou para estar com alguém? Já parou para pensar que, talvez, esse sentimento de insuficiência esteja conectado à constante comparação que nos colocamos em relação ao outro?

Cassandra Brené Brown, professora na Universidade de Houston, explica em seu livro “A Coragem de Ser Imperfeito” que para sermos capazes de aceitar quem somos, precisamos de coragem para assumir as vulnerabilidades em nossas vidas. É importante ressaltar que a vulnerabilidade é diferente de fraqueza.

Ao aceitarmos estar vulneráveis, somos capazes de compartilhar nossas ideias, opiniões, emoções e sentimentos, de maneira saudável, fazendo, assim, com que o outro seja capaz de, verdadeiramente, nos conhecer e estabelecer um elo de amizade e confiança. E segundo a autora, não fomos feitos para vivermos sozinhos.

É ensinado, ainda, que a vida é cheia de altos e baixos e que precisamos ter conosco, a mesma empatia que temos com os outros. Dessa forma, para viver em paz consigo mesmo, valorize suas ideias e conquistas e entenda que você está sujeito a erros. Aceite quem você é e permita que te conheçam verdadeiramente!

2. Pare de se Sabotar e Dê a Volta Por Cima – Flip Flippen

Você acredita que realmente conhece bem a si mesmo? Flip Flippen, educador e psicoterapeuta, explica no livro “Pare de Se Sabotar e Dê a Volta Por Cima” que precisamos aprimorar nosso autoconhecimento para acabarmos com os ciclos de autossabotagem e com a constante sensação de que iremos falhar.

O primeiro passo nessa jornada é identificar suas dificuldades e começar a enfrentá-las uma de cada vez. Se for difícil reconhecer esses problemas, que se tornam pesos limitantes na sua vida, peça ajuda de terceiros em quem você confia, algumas vezes precisamos de auxílio para caminhar rumo ao autoconhecimento.

Na sua busca por autoaceitação, é necessário mais do que reflexão, é necessário ação! Então, que tal finalizarmos com algumas dicas da autora para desenvolvermos essa habilidade?

● Estabeleça um objetivo;

● Liste suas qualidades;

● Identifique as limitações que mais deseja superar;

● Planeje ações cotidianas para superar essas limitações;

● Escolha pessoas de confiança que possam te ajudar a se manter firme nessa jornada;

● Por fim, encare seus monstros. Todos possuímos eles. Então, não deixe que eles limitem sua visão de si mesmo!

3. Seja Singular! – Jacob Petry, Valdir Bündchen

Quantas pessoas talentosas, inteligentes, lindas, ou criativas você conhece? A qual grupo você pertence? Talvez seja algum que não mencionamos aqui, mas pode ter certeza que de algum grupo você faz parte, ou até mais grupos do que você imagina. No livro “Seja Singular!”, Jacob Petry e Valdir Bündchen ensinam que para alcançar a realidade que desejamos, precisamos descobrir e experimentar nosso potencial inato. Então, não ache que você é uma exceção, segundo os autores, todos nós possuímos algum ou muitos tipos de inteligência.

É explicado no livro que somos induzidos, por nós e por outros, a acreditar que somos seres limitados e incapazes, o que nos leva a desenvolver um complexo de inferioridade no qual não nos permitimos alcançar nossa autenticidade e potencial por medo do erro e da impotência.

Dessa forma, estabeleça um ponto de partida, algo de que você goste, e faça um esforço consciente para modificar seu medo de não ser bom o suficiente. Tente, falhe e tente novamente. Ninguém acerta de primeira, é através das falhas que aprendemos maneiras de melhorar. Não se deixe estagnar, continue tentando!

4. Inteligência Emocional – Daniel Goleman

Você provavelmente já falou ou ouviu alguém dizer “não consigo fazer nada porque estou ansioso, e fico mais ansioso por não estar sendo produtivo”. Sabe por que isso acontece? Não somos ensinados a desenvolver nossa habilidade de inteligência emocional, logo, não somos capazes de entender nossos sentimentos. Daniel Goleman explica em seu livro “Inteligência Emocional” que sem o desenvolvimento dessa habilidade nos tornamos ansiosos com cada situação e, consequentemente, passamos a não nos sentir satisfeitos conosco, com nosso desempenho e com nossos sentimentos.

O autor sugere que para desenvolver a inteligência emocional, podemos buscar auxílio na psicoterapia. Então que tal conferir algumas dicas sobre esse método de tratamento da psicologia, para compreender nossos sentimentos e aprimorar a compreensão e controle de nossas emoções?

● Reconheça e dê nome às suas emoções, e tente compreender a causa desses sentimentos;

● Ainda que seja difícil, tente ver o que pode ser tirado de positivo das adversidades;

● Busque enxergar a situação na posição de uma terceira pessoa;

● Tenha por você a mesma empatia que tem pelos outros;

● Procure ajuda e ofereça ajuda.

Ao aplicar essas estratégias e compreender seus sentimentos, você estará a poucos passos de entender a si, e terá mais ferramentas para desenvolver sua autoaceitação.

5. Liberte Sua Personalidade – Maxwell Maltz

Já passou pela sua cabeça que sua autoimagem pode melhorar através de treinos? Tem gente que se sente infeliz com a própria aparência, por exemplo, se esforça para mudar e, quando muda, não se sente diferente. Segundo Maxwell Maltz, podemos reconfigurar a maneira como nos enxergamos. Maxwell explica em seu livro “Liberte Sua Personalidade” que a ideia do tipo de pessoa que somos, influencia nossos comportamentos. Em outras palavras, se acreditamos que somos um fracasso, acabamos encontrando maneiras de fracassar mesmo diante de boas oportunidades.

Sabemos que parece ilógico ouvir “aceite a si com suas imperfeições e erros cometidos, e tenha amor próprio”, então que tal conferir algumas das dicas do livro para tornar a autoaceitação possível?

Assim como você não passa horas pensando no que os outros estão fazendo, ninguém pensa tanto em você. Então, não se preocupe com o julgamento alheio, não pense tanto antes de falar, aja, e, se preciso, corrija depois suas ações, pare com a autocrítica, e expresse seus sentimentos.

Não meça seu sucesso através da régua de outros, analise se seus pensamentos negativos são baseados em fatos reais e use seus erros para corrigir sua trajetória, e logo após superá-los, esqueça-os. Ser quem você é permite que os outros o amem e, consequentemente, permite que você se ame também.

Entenda, você é perfeitamente imperfeito!

É hora de aceitar. Você tem defeitos e está tudo bem!

Todo ser humano é falho, comete erros e possui traços de personalidade que não são os mais desejáveis possíveis.

O que diferencia quem segue em frente e vive uma vida plena de quem se deixa estagnar e vive de autopiedade é o desenvolvimento do autoconhecimento e o trabalho da autoaceitação.

Assim como você ama os outros apesar de seus defeitos, ame a si com a mesma empatia!

E sempre que precisar de ajuda nessa jornada, peça. Não nascemos sozinhos e não precisamos enfrentar o mundo sozinhos, dessa forma, cerque-se de pessoas que te amam do jeitinho que você é!

Busque sempre a melhor versão de você, e tenha em mente que essa versão é simplesmente você mais feliz!

Voitto
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar