Saúde

Conheça os 6 pensamentos que te impedem de emagrecer

Nem todas as pessoas conseguem emagrecer apenas com dieta ou atividade física. E para as que estão acima do peso é comum apresentarem pensamentos, comportamentos e hábitos que sabotam o seu processo de emagrecimento. 

Os sabotadores do emagrecimento são padrões de pensamento, falas, sentimentos e comportamentos que nos acompanham durante a vida e que nos impedem de emagrecer, pois, ficam o tempo todo nos impedindo de realizar objetivos e interesses.   

Se você tem o pensamento: “Estou com fome”. 

Se, em seguida, tiver um pensamento sabotador: 

  • “Como isto é horrível!”,
  • “Não posso tolerar”,
  • “Tenho que comer”. 

Você ficará desesperado e irá atrás de comida. 

No entanto, se você contestar esses pensamentos com respostas adaptativas

  • “Tudo bem. Vou comer dentro de poucas horas. Posso esperar”. 

Você se sentirá no controle da situação e acabará se envolvendo em outras atividades.

É através dessa mudança de pensamento e comportamento que conseguimos tornar um estilo de vida saudável em um hábito, e não em um sacrifício.

Fique tranquilo, pois há uma psicoterapia indicada para trabalhar com esses pensamentos sabotadores com o objetivo de orientá-lo a ser bem-sucedido na meta de emagrecer e manter o peso conquistado. 

Sua forma de pensar sobre alimentos, comer e realizar dieta influencia seu comportamento e como você se sente. Alguns pensamentos atrapalham o andamento do seu plano alimentar e a manutenção da perda de peso.

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é uma psicoterapia de curta duração, voltada para o presente, direcionada à solução de problemas atuais e na modificação de pensamentos e comportamentos inadequados e/ou inúteis.

É eficaz também na recuperação de peso após o tratamento. Você aprende que a forma de pensar afeta a maneira de você sentir. Ou seja, os pensamentos afetam o estado de humor e podem ser responsáveis pela sua dificuldade em emagrecer. 

Descobrindo então, quais são esses pensamentos sabotadores, que dialogam o tempo todo com você, além de promover uma modificação no seu pensamento e no sistema de crenças, produz uma mudança emocional e comportamental duradoura.

Conheça 6 pensamentos sabotadores

1 – Pensamento sobre motivação:

“Não comecei a dieta/atividade física, porque não estou motivado”.

Esses pensamentos não são válidos, já que a ação precede a motivação. É possível você iniciar uma atividade ou tarefa mesmo sem vontade. 

Emagrecer é uma decisão que você precisa tomar e essa modificação de atitude vai proporcionar a mudança do peso. É preciso treinar a mente todos os dias para destruir alguns padrões de comportamento inadequados, que provavelmente já se tornaram hábitos. 

2 – Pensamento sobre não conseguir falar não 

“Vou comer mais um pedaço; ela fez com tanto carinho esse bolo pra mim”. Não posso recusar”. 

A família, cônjuge, amigos, companheiros, podem ser os maiores incentivadores no consumo de alimentos calóricos. 

Há 3 formas de comunicação se se tratada de habilidade social: 

1- Você pode ser agressivo: 

A pessoa te oferece um pedaço de bolo e você fala: “Você é um idiota”. Não percebe que estou de dieta?”. 

2- Você pode ser passivo: 

“Não quero comer, mas comerei pra não desagradar à pessoa”. 

E existe o caminho do meio, que é a comunicação assertiva e a que você precisará praticar: 

“Estou fazendo dieta” 

“Estou indisposto, te agradeço, mas hoje eu não vou comer”. 

 “Não posso comer isso, pois tenho intolerância à lactose/ glúten”. 

“Estou fazendo um tratamento para emagrecer e não posso comer doce”. 

Verifique um jeito de dizer não para a pessoa, nem que tenha que dar o que recebeu para alguém. 

A partir de agora diga não de forma assertiva, objetiva e direta em relação à comida ou mesmo para qualquer outra coisa. 

3- Pensamento sobre raiva e tristeza

“Estou com raiva/ triste, então o que me resta é comer”.

Muitas pessoas acreditam que comer é a única solução para os seus problemas e frustrações. 

Aliás, você gostaria de ficar com o problema original e ainda se sentir mal por ter comido demais e arrumar mais um problema que é ter quilos a mais?

Saiba que o ato de comer não vai resolver o seu problema, será apenas um acalento em curto prazo. Precisamos aceitar e lidar com as nossas emoções negativas de uma forma, que não seja apenas com a comida. 

4- Pensamento sobre estar estressado

“Estou estressado. Mereço comer aquela pizza e sobremesa”. 

Você precisa preparar-se para o estresse e combatê-lo. 

Aprender a resolver problemas é fundamental, deste modo você prioriza as tarefas e consegue identificar e modificar pensamentos que te sabotam, além de cuidar de você para ter mais tempo e energia. 

5- Pensamento sobre a sensação de estar sobrecarregado

“Estou muito atarefado e não vou sair para almoçar. Prefiro pedir um lanche e comer rápido”. 

Reconheça que você é humano e que possui limites. Reconsidere o fato de delegar mais as tarefas e faça uma agenda diária para te ajudar no planejamento das suas atividades e estabelecer prioridades. 

6- Pensamento sobre regras rígidas

“Nunca vou conseguir emagrecer”. Deveria ter seguido a dieta hoje, mas não consegui”. 

Evite criar regras rígidas para si mesmo, já que essas regras resultam em estresse. Se imponha regras mais razoáveis. 

Geralmente esses pensamentos sabotadores englobam palavras como “deve”, “tem que” ou “sempre”, ou “nunca”, ou “toda vez”. 

Questione-se nesses casos: “O que eu diria a um amigo se ele estivesse na mesma situação que eu e formulado a mesma regra para si”?

Deste modo é possível que você analise a situação de forma mais compreensiva e razoável. 

Dicas para responder aos seus pensamentos sabotadores 

  • Identifique os pensamentos sabotadores;
  • Elabore lembretes para responder e combater esses pensamentos de forma realista e de acordo com o seu plano alimentar;
  • Leia-os regularmente para se preparar para as possíveis armadilhas ou situações complicadas que surgirão ao longo do seu dia. 

Crie o hábito de se questionar a cada manhã:

  • Quais as possíveis situações complicadas eu me deparo?
  • O que me levaria a desviar do meu objetivo?
  • O que quero dizer a mim mesmo nessas situações?

Lembre-se, sempre que você se arrepender por algo que comeu, pergunte-se:

  • O que eu disse a mim que me levou a comer o que não deveria? 
  • Como eu gostaria de ter respondido a esse pensamento? 

Procure ajuda especializada

O psicólogo com atuação em emagrecimento pode te ajudar a superar os seus problemas atuais e ensinará você a aplicar novas habilidades de resolver problemas futuros.

Também faz parte do tratamento a criação de planos de fuga e estratégias, isso fará você transformar pensamentos negativos e disfuncionais e a modificação dos seus hábitos inadequados em relação à alimentação, dieta, atividade física e imagem corporal. 

Referência bibliográfica:  

BECK, Judith S. Pense magro: Treine seu cérebro a pensar como uma pessoa magra. A dieta definitiva de Beck. Tradução: Leda Maria Costa Cruz; revisão técnica: Melanie Ogliari Pereira. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Andrea Regina Seoane
Últimos posts por Andrea Regina Seoane (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar