Desenvolvimento pessoal

Enfrentando o isolamento social: estratégias para colocar em prática

Atualmente, o mundo inteiro está vivenciando um momento único, o momento de voltar-se para dentro. A humanidade inteira está passando por um processo de adaptação forçada e muitas pessoas podem ter dificuldades para lidar com tudo isso e está tudo bem. 

A pandemia tem provocado uma série de transtornos às pessoas em geral, em diversas áreas de suas vidas.

Seja no enfrentamento da doença, seja no isolamento obrigatório e necessário, seja no campo de batalha onde diversos profissionais estão atuando para garantir que o que precisa ser mantido continue funcionando.

Pensando nisso, vou te apresentar algumas maneiras de lidar com o momento atual. 

Lidando com o tempo 

Você já parou para pensar que esse momento atual pode ser aquele tempo que você tanto queria para se conhecer melhor?

Você já parou para pensar que tudo que você mais queria na vida era desacelerar o tempo?

Você já parou para pensar que tinha tanta coisa que gostaria de colocar em dia, e que ficou para trás pela falta de tempo?

Estamos lidando agora com o mesmo tempo de sempre, porém, com um fator extra nesta equação da vida que é a pandemia. No entanto, essa situação não impede você de responder às questões acima e muitas outras que foram guardadas e agora podem finalmente ser respondidas e colocadas em prática. O tempo agora mais do que nunca é seu maior aliado. 

Prazer, este sou eu 

Ao ter que lidar com você mesmo, você pode descobrir muitas coisas que até então estavam deixadas de lado devido a correria do dia a dia. Pode ser que você goste do que irá descobrir, pode ser que não goste de algumas coisas ou pode ser que você se sinta confuso.

Está tudo bem. 

O autoconhecimento é uma estrada com muitas possibilidades, e você precisa estar disposto a encarar essa rota para que possa aprender a lidar melhor com suas forças e dificuldades, sabendo administrar e extrair o melhor de cada uma delas. 

Ao identificar suas forças e dificuldades, algo muito importante nesse processo que deve sempre ser levado em consideração é a forma como você as enxerga. Ou seja, não se cobre tanto para ser a pessoa perfeita que acerta tudo o tempo todo, e quando você errar, veja no erro a possibilidade de aprendizado e crescimento.

Amor Próprio 

O amor próprio não é dizer a si mesmo “Eu me amo”, é aceitar-se, cuidar-se e valorizar-se independente das circunstâncias, é ter compaixão por você e saber que você precisa realmente se amar. 

Praticar o amor próprio pode ser bastante necessário no momento atual em que o isolamento nos afastou. Afinal, agora é hora de voltar-se para dentro, e muitas vezes as autoavaliações, os julgamentos, as críticas, as relações que você estabelece vêm te confrontar e saber que quem você é e que você se ama e se aceita, fará toda diferença.

Cobre-se menos, exija menos de você. 

Conhecendo sua família 

Você conhece bem sua família? Pode parecer bem estranha e equivocada essa pergunta, porém, não é. Muitas famílias devido a inserção da tecnologia ou por vários outros motivos, não se conhecem tão bem assim. 

Pergunte a si mesmo: 

  • Já passou um tempo com algum familiar sem mexer no celular?
  • Já conseguiu ficar mais de trinta minutos conversando com um familiar sem querer ver o que tem na TV? 
  • Já conseguiu ter um momento de brincar exclusivo com um familiar?
  • Já conseguiu ter um momento de lazer com toda sua família sem aderir as tecnologias?
  • Você conhece bem esse familiar a ponto de saber o ele que gosta ou não gosta?

Se suas respostas foram Não para a maioria das perguntas, então você já tem noção que precisa conhecer sua família e nada melhor que aproveitarmos esse momento de isolamento para isso, para ter encontros saudáveis com seus familiares. 

É importante lembrar de respeitar a individualidade de cada um. Apesar do isolamento, vocês não precisam estar o tempo todo juntos, podem escolher reservar-se também em alguns momentos e isso não é um problema e precisa ser respeitado. 

Hora de montar uma rotina

Diante do isolamento social, ficar em casa para muitas pessoas torna-se algo bem difícil de lidar. Com isso, a saúde física e mental começam a sentir os efeitos ocasionando pelos desconfortos ao organismo de maneira geral. 

Para minimizar os impactos da nossa saúde frente ao isolamento social, torna-se muito importante a adesão a uma rotina, uma programação do dia ou da semana com atividades que te ajudem a passar pelos dias de maneira mais leve. Programe seus horários e vamos lá. 

Lista de Possibilidades

  • Home office: Se você vai trabalhar neste formato, mesmo que a empresa determine o seu horário de trabalho é importante que você se organize para cumpri-lo. Isso significa também ter um espaço adequado para realizar esse trabalho (mesa, cadeira minimamente confortável, material à disposição, etc.);
  • Estudos: Se você vai ter que estudar em casa, é importante seguir uma rotina de horário como se estivesse na escola/faculdade, além de um local reservado para isso;
  • Leitura: Se você gosta, ótimo, será mais fácil; se não gosta, dê uma chance à leitura, seja do que for, uma revista, um jornal online ou livro, mas permita-se. 
  • Coloque suas séries em dia: Se você curte assistir séries, esse pode ser o momento. Mas cuidado com os excessos. Assista a filmes também e permita conhecer outros tipos dos quais você não está acostumado, pode ser bom experimentar. 
  • Alimentação e água: Procure manter uma boa alimentação e hidrate-se. Se perceber que está com muita vontade de comer fora de hora o tempo todo e algo específico, pode ser a ansiedade. Procure perceber o que está sentindo e se você realmente está com fome mesmo. 
  • Atividade física: É possível estar em casa e manter uma rotina de exercícios físicos. Se você não tem o hábito, procure fazê-lo a fim de manter o corpo ativo, neste momento de isolamento, é importante para garantir a saúde física;
  • Vitamina D: O sol nos fornece essa vitamina tão importante, mas existem alimentos que também tem essa função. Então, se não puder tomar um sol em sua varanda ou quintal, procure alimentar-se bem. 
  • Música: Procure ouvir as canções que gosta e tente descobrir músicas novas;
  • Organização do espaço: Tente deixar o espaço em que você fica de maneira agradável. Procure deixar arrumado, isso contribui para deixar você bem. 
  • Mantenha contato com amigos e demais familiares: Faça vídeo chamadas com seus amigos e familiares, mantenha o contato à distância, mas faça uso das tecnologias que temos à disposição e interaja com quem você gosta. 
  • Novos conhecimentos: Que tal aprender coisas novas? Que tal descobrir novas habilidades? Podemos estar diante de um chef de cozinha ou de um artista, quem sabe? Procure cursos livres na internet, existem muitos gratuitos. 
  • Controle a exposição às mídias e tecnologias: Escolha o melhor horário para acompanhar as notícias dos jornais, mas não assista o dia todo, não é saudável. E quanto ao celular e demais ferramentas, use-os com moderação e intercale com outras atividades. 
  • Terapia online: Se você estiver se sentindo muito estressado(a), ansioso(a) ou deprimido(a), preocupado(a), com pensamentos negativos, não sinta vergonha e procure ajuda. Se já faz terapia, relate isso a seu psicólogo(a). Se ainda não faz, procure iniciar a terapia online. A maioria dos psicólogos está atendendo por este formato (eu estou à disposição). 
  • Espiritualidade: é cientificamente comprovado que acreditar em algo, ter uma espiritualidade, contribui para enfrentamentos na vida. 
  • Sono em dia: Procure manter a rotina de horário para dormir. Evite dormir muito tarde e desligue-se do celular, tablet e TV pelo menos 1 hora antes, para que o organismo liberar os hormônios do sono. Uma boa noite de sono faz toda diferença. 
  • Meditação: Baseada em Mindfulness (Atenção Plena), é uma maneira de você se conectar com você mesmo, manter o foco e reduzir o estresse. É comprovada a sua eficiência. Busque por meditação guiada baseada em Mindfulness. 
  • Gratidão: Pratique a gratidão. Registre tudo que você agradece em cada dia e veja como essa escolha pode te ajudar a enxergar as circunstâncias de outra maneira. 

Se você tem filhos pequenos, crie uma programação para eles também respeitando a faixa etária de cada um, além de levar em consideração os gostos deles também, é claro. 

Lembre-se de colocar o bem- estar como alvo em sua vida durante esse momento em que estamos vivendo.

Cuide de você, foque no presente, olhe para você e para os seus. Vamos praticar o amor próprio, mas também a empatia (colocando-se verdadeiramente no lugar do outro), a tolerância e o respeito. Aproveite esse momento que estamos tendo atualmente como uma oportunidade para viver plenamente cada situação e ocasião, por mais simples que seja.

Em breve voltaremos à vida “normal” de antes, mas com certeza com um olhar diferente e, de algum modo, transformados. 

André Zonta

Psicólogo CRP 16/3413 

(27) 99589-7911 

https://linktr.ee/andrezonta

Andre Zonta
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar