Desenvolvimento pessoal

Esgotamento mental x trabalho

“Sou um ótimo profissional, essa empresa precisa de mim.”

“O trabalho dá sentido à vida e dignifica o homem.”

“Eu falo bastante do trabalho, mas é porque gosto muito do que faço.”

“Não vou fazer nada à noite, posso dedicar mais umas horinhas ao trabalho.”

Você já ouviu ou disse essas frases antes? Qualquer semelhança não é mera coincidência. É muito comum vermos pessoas falando constantemente de seu trabalho fora do horário de trabalho, é como se fosse vivê-lo em tempo integral só que sem receber hora extra. 

Trabalho, para ser saudável, precisa ser vivido durante seu horário de expediente, fora dele precisamos aprender a dedicar tempo para nós, para nossa família e amigos, fazermos o que nos dá prazer. Esse excesso de trabalho pode levar a um distúrbio emocional que chamamos de Burnout.

Quais os principais sintomas?

Ela acontece quando o profissional está constantemente ligado ao trabalho, sob muita competitividade, alta demanda de responsabilidades, quando aceita desafios difíceis e não se acha capaz de cumpri-los.

O indivíduo que sofre com isso pode apresentar sintomas como:

  • Dificuldade em manter a concentração;
  • Irritabilidade;
  • Falta de paciência;
  • Baixa autoestima;
  • Ansiedade;
  • Sintomas ou quadro depressivo;
  • Isolamento;
  • Pensamentos negativos constantes.

Qual o tratamento?

A boa notícia é que podemos sair desse estado e recuperar nossa saúde física e mental. O primeiro passo está em buscar ajuda de um psicólogo que possa te apoiar nesse momento, ele poderá identificar quais sintomas você tem apresentado e, a partir deles, desenvolver um plano terapêutico. Além disso, abaixo segue algumas sugestões que podem te auxiliar a recuperar o equilíbrio em sua vida: 

  • Defina um plano de ação diário para o seu trabalho para que sejam feitas durante o horário de trabalho;
  • Estipule pequenas regras de forma que o trabalho não seja levado para sua vida pessoal;
  • Pratique atividade física;
  • Reserve tempo para curtir sua família e amigos;
  • Tire um tempo diariamente para fazer algo que te dê prazer;
  • Eleve sua autoestima cuidando mais de você;
  • Procure alguém de confiança com quem possa compartilhar seus sentimentos, apoio de alguém que gostamos nos ajuda a passar por essa fase;
  • Tenha boas noites de sono.

Lembre-se: você não é o seu trabalho!

Patricia Oliveira
Últimos posts por Patricia Oliveira (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar