O que é insegurança emocional?

insegurança sentimental
O que é insegurança emocional?

Você já se sentiu inseguro? Calma que você não está sozinho: a insegurança emocional é uma condição que afeta muitas pessoas em todo o mundo.

Ela pode ser definida como a sensação de incerteza e falta de confiança em si mesmo, em suas habilidades e em suas relações interpessoais.

Pessoas que sofrem de insegurança emocional muitas vezes lutam para lidar com seus sentimentos, enfrentar desafios e estabelecer conexões significativas com outras pessoas.

Marina Benez, psicóloga da Psicologia Viva, deu mais detalhes sobre o assunto. Confira!

Afinal, o que é insegurança emocional?

Segundo a psicóloga, a insegurança emocional é um estado de insegurança com relação a si mesmo.

Como o próprio nome aponta, esse sentimento causa uma sensação de inferioridade, que pode desencadear sensações de ser incapaz de alcançar realizações em diversos âmbitos da vida. 

“O sentimento de insegurança é algo normal de se sentir e pode aparecer em diversas situações, mas a intensidade e a frequência desses sentimentos é o fator que precisa de maior atenção, já que quando são frequentes e constantes podem contribuir para um grande sofrimento diante das situações da vida”, afirma a profissional.

Causas e sinais para ficar de olho

Como esclarece a profissional, a frequência e a intensidade desses sentimentos são fatores importantes de se atentar.

Sentimentos de dúvida com relação às próprias capacidades, medos muito intensos de fracassar, sensações de incapacidade e inferioridade constantes podem ser um indicativo de insegurança emocional.  

Já a causa, qual a resposta?

“Essa é uma pergunta para a qual a resposta nunca é simples. Vivências de várias áreas da vida, significados que vão sendo criados durante a vida e as experiências vividas podem levar ao pensamento e sentimento de incapacidade, dentre outros, presente na insegurança emocional”.

Lembrando que isso pode variar de pessoa para pessoa.

5 dicas para lidar com a insegurança emocional

Veja o que aconselha a psicóloga Marina Benez:

A primeira dica para lidar com a insegurança sentida é compreender o que está sentindo e quais significados que esse sentimento carrega consigo.  

Refletir sobre os próprios sentimentos e compreensões dentro das situações em que a insegurança aparece é uma forma de ir trabalhando no autoconhecimento. 

Com esse primeiro passo, é possível perceber como anda sua autopercepção, abrindo espaço para olhar e cuidar da sua autoestima, que seria a segunda dica 

Como você se percebe? Como é o olhar que tem para a própria história e suas próprias potencialidades?  

A terceira coisa que pode ser importante se atentar é a questão de comparações. Com as redes sociais estamos sempre sendo expostos a outras realidades e vidas que podem parecer mais interessantes ou melhores e essa comparação pode ter impactos significativos no psicológico.  

Outra forma de lidar com a insegurança emocional seria compreender quais significados estão trazendo algum tipo de limitação em sua vida. Não validar as próprias potencialidades a impede de começar aquele trabalho que já passou do momento de ser iniciado?  

A pressão de querer entregar algo perfeito impede a realização dessa coisa esperando as condições perfeitas?  

Se questionar o que traz esses impedimentos e se eles fazem sentido para você, pode ajudar a entender melhor pelo que está passando.  

Por fim, caso essa insegurança esteja causando muito sofrimento, a busca de auxílio profissional para lidar com o que está vivenciando pode ser muito benéfico e oferecer suporte nesse processo. 

Terapia como aliada

Como a terapia pode auxiliar nesse momento? Dra. Marina explica:

“O papel da psicoterapia seria oferecer um ambiente no qual a pessoa poderia falar sobre essa insegurança e como está lidando com ela, entender o que significa para si, podendo, durante o processo, encontrar outras formas para lidar com esses sentimentos que façam sentido no momento vivenciado”.

A Psicologia Viva está à disposição para te ajudar nesse momento!

Fonte: Marina Benez, psicóloga da Psicologia Viva. A profissional é formada em psicologia e possui pós-graduação em Psicologia Existencial Humanista Fenomenológica.
Marina é especialista em temas como relacionamentos, sexualidade, conflitos familiares e depressão, entre outros.
Para marcar uma consulta, acesse: https://perfil.psicologiaviva.com.br/marinabenez

Deixe seu comentário aqui
Assine nossa newsletter

Outros posts que você também pode gostar

Assine nossa newsletter

Fique por dentro dos melhores conteúdos sobre bem-estar, saúde e qualidade de vida

Saúde mental, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

Através do nosso programa de saúde mental, as empresas reduzem perdas com afastamento do trabalho por demandas emocionais.

Fechar
Fechar