Saúde

Pets e a saúde mental: Uma relação de sucesso

Primariamente, vamos começar com uma pergunta básica: Você tem ou já teve um animal de estimação? Se sua resposta foi SIM, como foi ou como está sendo essa experiência para você? 

É provável que muitos respondam que tem sido ou que foi uma ótima e agradável experiência. Que não conseguem se imaginar sem esse pet em sua vida ou que pretendem ter outro pet agora e assim por diante. 

Agora, aos que não têm pets em casa, fiquem tranquilos. Ninguém é obrigado a nada na vida. Afinal, isso pode ser pelo fato de não gostar de ter animais em casa ou várias outras questões que dizem respeito somente a você que está lendo isso agora que optou por não ter um bichano em casa. 

Vamos agora dar um passeio juntos nessa leitura que é animal. 

O pet e a ciência

É cientificamente comprovado que ter um pet ou animal de estimação em casa ajuda consideravelmente a redução de sintomas de Ansiedade, Estresse e Depressão

Segundo dados de um estudo elaborado pela Human Animal Bond Research Institute (HABRI) com 2.000 pessoas com pets, 74% relataram uma melhora na saúde mental em decorrência da relação com seu animal de estimação, e 75% relatam melhora da saúde mental de um amigo ou familiar devido a presença de um pet.

A presença de um animal também contribui para a diminuição da sensação de solidão, pode ajudar com a autoestima, contribuindo para transmissão de sensação positiva e inúmeros benéficas ao organismo do ser humano. 

 

Que pet escolher?

Isso é algo importante a se refletir. Afinal, existem vários animais de estimação, mas, é necessário você refletir sobre qual tipo de pet você se identifica mais.

Dentre as possibilidades existem os cachorros, os gatos, os pássaros, os peixes de aquário, coelhos, animais exóticos que precisam de autorização para tê-los em casa e muitos outros. 

Cada animal possui um diferente grau de interação com o humano e isso é importante você saber para que você não se arrependa depois. Afinal, é uma vida animal que estará em suas mãos. 

Você pode até pensar que uma companhia só pode ser considerada assim se for de outra pessoa. Engano seu. Um pet pode sim, ser sua companhia e te fazer muito bem.

Existem vários motivos que levam uma pessoa ou família a ter um pet, porém, no final de tudo, o que conta mesmo é que eles passam a fazer parte de sua vida de uma maneira ímpar. 

Se você já tem um pet, deve imaginar a sensação que deve ser a presença dele em sua vida. 

O pet é uma vida

O animal que você escolhe ter em sua casa passa a fazer parte de sua vida. Então, ter um pet é uma decisão muito importante que deve ser tomada com consciência e responsabilidade. Antes de decidir ter um pet, se você está em família, sente com todos e aborde esse assunto. É importante que todos estejam no mesmo barco nessa decisão.

Se você mora sozinho(a), avalie se você terá tempo para cuidar do seu animal e se ter esse animal em sua casa é o que você realmente quer mesmo. É uma decisão séria, mas depois de tomada se for pela escolha do pet, com certeza você terá uma boa companhia e não se sentirá sozinho(a). 

Ter um pet envolve custos. O animal precisará de ração, vacinação e demais tratamentos. Dependendo do animal de estimação que escolher isso envolverá custos mais específicos também. Por isso, é importante que seu pet tenha também um acompanhamento com um veterinário, que é o profissional específico para ele que vai direcionar você em tudo que precisa para cuidar bem da saúde do seu pet e consequentemente sua saúde também. 

Pets e as ONGs

Em vez de comprar um animal, já pensou em adotar? Hoje em dia, existem muitas ONGs que cuidam de animais e os colocam para adoção das pessoas.

Adotar um animal pode ser comparado com adotar uma criança. Existem as mesmas responsabilidades e você passará por um processo de avaliação para verificar se você pode adotar ou não. Afinal, é uma vida em suas mãos. Então, pense muito bem antes de tomar essa decisão. 

Tenho certeza de que existe uma ONG bem perto de você. Faça uma busca no Google ou nas redes sociais que você irá encontrar. Depois que encontrar a ONG, tenha em mente qual animal de estimação quer ter em casa e agende uma visita para conhecê-lo. 

Um pet em minha vida

Escrever sobre tudo isso seria em vão se eu não pudesse relatar uma experiência pessoal. Afinal, eu tenho um pet em minha vida. 

Adotamos o Aslam através de uma organização que encontramos nas redes sociais e passamos por todo processo de avaliação para então conhecermos nosso pet. Quando o visitamos, vimos o cuidado com que ele estava sendo tratado pela pessoa responsável que faz um ótimo trabalho por sinal. 

É um animal que faz a alegria da casa, seja brincando conosco, pedindo carinho, brincando sozinho, e na varanda tem o hábito bem interessante de assistir as crianças brincando na área de lazer do condomínio, além de brincar na varanda também. Outro detalhe dele: é bem pontual quando se refere à sua alimentação. Há momentos que é necessário chamar a atenção também, mas isso é o de menos. 

Posso garantir que fizemos a escolha certa. Digo isso, porque foi uma decisão tomada em família. Isso é muito importante. 

Saúde mental em dia

Se você já tem ou pretende ter um pet em sua vida, ótimo. Poderá comprovar os benefícios de se ter um animal de estimação em casa, além de observar como isso pode ajudar em sua saúde mental. Porém, independente de se ter ou não um pet em casa, cuidar da sua saúde mental deve ser uma prioridade em sua vida. 

Dentre as possibilidades para cuidar da sua saúde mental posso citar: fazer terapia (presencial ou online, ambas têm a mesma eficácia), prática de atividade física, ter momentos de lazer e praticar o autocuidado

Lembre-se, cuide bem de você. 

André Zonta

Psicólogo CRP 16/3413

Visite meu site: https://andrezontapsicologo.com.br/

 

Referências:

https://habri.org/2016-pet-owners-survey

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31504497/

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar