DestaquePsicologia organizacional

Planejamento estratégico do RH: Como se preparar para 2022?

Os anos que se passaram foram cheios de desafios para as empresas e, para o ano que vem, não será diferente! Para crescer e conquistar seus objetivos, as organizações vão precisar investir cada vez mais em inovação e estratégias. E o setor de Recursos Humanos tem um papel fundamental neste processo. 

Aqui você vai descobrir como preparar este departamento para o ano de 2022 e ainda desenvolver técnicas essenciais!

Como um jogo de tabuleiro

Podemos comparar a lógica das empresas com um jogo de tabuleiro como o xadrez:

No jogo, cada peça desenvolve uma função única e essencial para que o jogo tenha andamento. Todos estão em busca da mesma meta: a vitória, e a melhor forma de atingi-la é por meio de um planejamento e de uma estratégia.

Claro que em uma empresa as coisas não são tão simples assim, mas em ambos os casos ter uma estratégia faz toda a diferença nos resultados.

Mas como o planejamento se aplica nas empresas? Vamos descobrir!

O que é planejamento estratégico nas empresas?

Pense que os colaboradores do setor de recursos humanos têm que ter uma visão clara sobre cada integrante de cada time, bem como saber as habilidades de cada um deles para posicioná-los no melhor lugar. 

Também precisam ter criatividade para identificar e se antecipar a possíveis problemas que podem prejudicar o andamento da equipe e propor alternativas de resolução.

Bom, estamos usando uma metáfora para que possamos entender melhor a importância de se planejar as ações do setor, mas, se falarmos com o jargão de recursos humanos, esta seria a área denominada de Business Partner. 

Business Partner

Na tradução, Business Partner (BP) significa algo como “parceiro de negócios”. É aquele que se dedica a analisar detalhadamente as necessidades da empresa, a desenvolver planos baseados em métricas e a aplicar ações voltadas para o objetivo em que se quer alcançar.

Vamos falar sobre algumas formas de atuação:

Recrutamento e Seleção

Quando o recrutador sabe sobre o que está acontecendo dentro da empresa, ele tem uma visão mais ampla sobre tudo. Assim, ele consegue escolher de forma mais assertiva candidatos essenciais. 

Sabe aquele candidato perfeito para a vaga? É esse que ele vai escolher. 

Dessa maneira, ele contribui para a diminuição da taxa de turnover e aumento do engajamento nos projetos. 

Gestão de pessoas

Outra forma de fazer uma boa gestão de BP é investir em treinamentos e desenvolvimentos para os colaboradores. Isso aumenta a qualificação e capacitação dos times e contribui para a autonomia de cada um. 

Afinal, não dá pra vencer um oponente sem ter bons equipamentos e treinamentos. Por isso pensar no time é tão importante na estratégia de uma empresa. 

Agora, você vai descobrir como executar este plano.

Como executar um bom planejamento estratégico?

Assim como no jogo de tabuleiro, é muito importante seguir alguns passos antes de alcançar a linha de chegada. Para isso você precisa desenvolver muito bem o seu planejamento estratégico.

Lembre-se, você não deve pensar apenas no objetivo final, mas em todas as pequenas ações que deve fazer para realizar metas de curto e médio prazo. O que diferencia uma boa de uma má estratégia é justamente isso: o que existe entre o começo e o fim de um objetivo.

E o nosso departamento de BP continua tendo influência nessa parte!

Criar uma cultura organizacional eficiente, cobrir as lacunas, facilitar a tomada de decisão, analisar indicadores, engajar as equipes. Tudo isso está nesse espaço entre o início e o final, e faz com que um plano estratégico seja bem executado. 

Passo a passo

Com tantas coisas, por onde podemos começar?

É só seguir o nosso passo a passo.

Diagnóstico

Para poder evoluir como empresa, é preciso saber o que pode ser melhorado. O time de BP pode investigar de maneira mais aprofundada a real situação da empresa utilizando uma técnica chamada análise de SWOT (ou, para os brasileiros, FOFA).

Este nome pode parecer um pouco estranho à primeira vista, mas se trata da abreviação das palavras “forças”, “oportunidades”, “fraquezas” e “ameaças”. 

Conhecendo o que afeta a empresa tanto internamente quanto externamente, você terá mais chances para prever e se antecipar a futuras ameaças. 

Cultura organizacional

Quais são os valores e missão da empresa? Como ela se comporta frente a desafios? Qual é o perfil no mercado? Quais são as práticas dos colaboradores no dia a dia? Quais são as “manias” dos times?

Tudo o que foi citado faz parte da cultura organizacional de uma empresa. Essas características falam de uma “personalidade” da empresa, que é compartilhada por todos os trabalhadores e influencia diretamente no seu dia a dia.

Por isso, focar em uma cultura saudável e eficiente é essencial para fazer com que as peças da engrenagem girem na direção certa!

Indicadores

Quais ações estão tendo efeitos positivos, quais têm efeito oposto? Como a empresa é vista pelos consumidores? O volume de vendas na prática é proporcional ao esperado?

Todas essas perguntas são essenciais para saber como a empresa está indo, se as “jogadas” estão tendo retornos positivos ou não, se é preciso arriscar mais ou recuar um pouco.

Mas para saber disso é preciso fazer uma análise dos indicadores e também das metas estipuladas por cada setor. 

Por meio deste estudo, o BP pode sinalizar necessidades de investimento em recursos, desenvolvimento de áreas ou até mesmo a criação de novos setores para que as necessidades da empresa sejam supridas.  

O plano

Agora que você sabe de tudo que é mais importante, hora de colocar a mão na massa e planejar, separando por prioridades. 

Neste momento, é importante definir um cronograma com a programação de data de cada ação, os recursos necessários e o pessoal envolvido. 

Acompanhamento

Nada adianta ser cuidadoso com o planejamento se você não acompanhar os resultados. Você precisa analisar se as decisões tomadas são suficientes ou se será preciso recalcular a rota e pensar em outras alternativas.

Agora, você já está pronto para ser um bom jogador e fazer um bom planejamento. Use estas informações com sabedoria e, se quiser mais dicas sobre o assunto, escrevemos outro texto com 4 dicas para realizar o balanço de fim de ano.

Referências

  1. https://rockcontent.com/br/blog/planejamento-estrategico/
  2. https://blog.psicologiaviva.com.br/planejamento-de-rh/ 
  3. https://www.metadados.com.br/blog/planejamento-de-rh-2022
  4. https://www.gupy.io/blog/planejamento-estrategico-rh
  5. https://blog.solides.com.br/o-que-e-business-partner/
  6. https://resultadosdigitais.com.br/blog/analise-swot/
Psicologia Viva
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar