Podcast: porque sentimos inveja?

porque sentimos inveja?

Estamos acostumados a ver a inveja, apenas como um sentimento negativo e destrutivo, mas sabia que pode ser algo também produtivo? É claro que isso depende muito da motivação do sentimento e como o canalizamos, no intuito de viver bem consigo mesmo e com as pessoas ao redor.

Ouça neste episódio do Minuto do Psicólogo, e entenda a origem do sentimento de inveja e como ele pode ser produtivo.

Transcrição do episódio

A inveja é um sentimento muito elaborado. Ela surge a partir de valores que as pessoas assimilam ao longo da vida e pode ser definida como desejo de ser como o outro é ou de ter o que outra pessoa tem. Todos os seres humanos já experimentaram esse sentimento, que é natural e espontâneo. A inveja pode ser produtiva ou destrutiva, dependendo de como a pessoa se posiciona diante desse sentimento. A inveja produtiva surge da admiração de uma pessoa por outra. Se pessoa admirada se torna uma fonte de inspiração e motivação para a outra esse sentimento é produtivo.  A inveja destrutiva acontece quando uma pessoa sente ressentimento pela forma que outra pessoa é ou pelo que ela possui. Nesse caso, a pessoa que sente inveja tem o desejo de competir com a outra pessoa e não de se igualar a ela. Fique atento para cultivar sentimentos produtivos!

Minuto do Psicólogo

Psicologia Viva

Deixe seu comentário aqui

Assine nossa newsletter

Outros posts que você também pode gostar

Assine nossa newsletter

Fique por dentro dos melhores conteúdos sobre bem-estar, saúde e qualidade de vida

Saúde mental, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

Através do nosso programa de saúde mental, as empresas reduzem perdas com afastamento do trabalho por demandas emocionais.

Fechar
Fechar