Trabalho

Profissional de Recursos Humanos: sua importância no bem-estar da equipe

Muitas vezes visto como apenas o recrutador de uma empresa, o profissional de recursos humanos acaba não recebendo o verdadeiro prestígio que merece.

Mais do que participar da organização dos processos seletivos, ou elaborar cronogramas de treinamentos internos, o RH de uma empresa é quem tem a tarefa de manter uma equipe unida e cooperando entre si.

Leia mais: Você sabe o que é comunicação assertiva? 

No entanto, engana-se quem pensa que ele é apenas um “motivador”.

Tendo isso em vista, hoje vamos falar um pouco sobre a importância do profissional de recursos humanos para o bem-estar de uma equipe.

Boa leitura!

Por que contratar um profissional de recursos humanos?

Antes de mais nada, uma empresa precisa entender as características e os motivos pelos quais deve ter um profissional de RH dentro de sua empresa.

Primeiro de tudo, ele será o responsável imediato pela busca de novos talentos. Por mais que a decisão final ainda seja do cargo superior, ele é quem analisará cada detalhe do candidato a uma vaga.

Mas, engana-se quem pensa que é somente isso, o RH é o grande responsável por fazer a gestão de toda a equipe de trabalho. É dele a responsabilidade de idealizar um ambiente que seja produtivo e adequado para o desempenho das funções dos demais colaboradores.

Características, funções e perfil de um RH

São inúmeras as características e valências que um bom profissional de recursos humanos pode apresentar.

Dentre elas, destacamos a agilidade para lidar com as situações, a boa comunicação e, acima de tudo, a capacidade de saber liderar equipes, afinal, de uma forma ou outra ele será um dos líderes de uma corporação.

Ainda assim, são pessoas que precisam carregar consigo sentimentos de empatia e ética, principalmente por estar lidando com outras pessoas e porque precisam tomar decisões referente a elas.

Leia mais: Como o bem-estar mental impede o bem-estar físico?

A flexibilidade também é outra característica importante desses profissionais. Ela é importante na medida em que precisam saber contornar problemas internos da equipe e, também, para administrar e promover debates corretos no ambiente de trabalho.

Ele será o canal direto de comunicação entre os funcionários (seja qual for o cargo) com as chefias. Por ele devem passar todas as situações que acontecem internamente em cada setor.

Por isso, outra justificativa para a contratação desse perfil de profissional é o de manter o bem-estar dos colaboradores.

Como manter o bem-estar de uma equipe?

Como dissemos anteriormente, será função do RH da empresa manter o bem-estar da equipe.

É esse profissional que dará ouvidos para as demandas dos colaboradores, avaliará a viabilidade e, posteriormente, conversará com a chefia da corporação sobre as chances de mudanças e aplicações internas.

A princípio, por ter conhecimento da área, o responsável pelo setor de RH saberá quais os pontos a melhorar dentro do ambiente visando uma melhor produtividade.

Eles são os braços de uma chefia, até por esse motivo é importante que saiba tudo sobre o local em que trabalham, até mesmo para na hora de buscar novos colaboradores, encontrar alguém que encaixe com o perfil.

O profissional de recursos humanos é quem estará diretamente em contato com os demais colegas de trabalho para buscar as melhorias necessárias dentro da corporação, claro, tudo isso visando os objetivos empresariais.

Vamos para algumas formas de melhorar o bem-estar da equipe.

Estratégias de valorização

A primeira coisa a ser feita para melhorar o engajamento dos profissionais de uma empresa é mantê-los devidamente valorizados. Afinal, ninguém quer trabalhar em um local onde não se sente bem visto.

Para tal, é importante que sejam criados planos de carreiras que se adequem à visão da empresa e, também, ao que o profissional pensa para o seu futuro.

Gestão participativa

Mesmo que dentro da empresa a última palavra nas decisões seja do cargo mais alto, do gestor ou diretor, é importante promover debates entre a chefia e os colaboradores.

Sendo assim, é uma função do profissional de recursos humanos coletar as dicas, problemas e sugestões oriundos dos funcionários para os chefes.

Ou ainda, de tempos em tempos propor almoços ou jantares que envolvam todos os cargos da empresa, justamente para colocar essas ideias na mesa e planejar mudanças internas visando uma melhor produtividade da equipe.

Buscar incentivos

Não, o RH não vai tirar do seu próprio bolso um valor como incentivo caso a equipe bata as metas. E nem tomará essa decisão sem consultar os donos da empresa e o setor financeiro.

Todavia, é uma das principais formas de manter a equipe engajada e na busca por melhorias. Afinal, quando seu trabalho é reconhecido, e aqui falamos financeiramente, a situação melhora.

Ouvir quando necessário

Não podemos confundir o setor de recursos humanos com um psicólogo, porém, caso não haja um profissional responsável pela saúde mental – o que é comum na maior parte das empresas – será função dele ouvir as dores e problemas dos demais colaboradores.

Em outras palavras, ele não passará as respostas sobre tudo, apenas será os ouvidos necessários para a situação.

Caso seja necessário um encaminhamento, ele buscará o auxílio. Seja por meio de programas como os planos de saúde corporativos ou outros.

Buscar melhorias para os funcionários

Não são todas as pessoas que possuem um carro próprio, ou ainda condições de se deslocar até o trabalho.

Por esse motivo, o RH é quem pode entrar em contato com a chefia e solicitar um transporte privado da empresa, ou ainda buscar vales que auxiliem no transporte.

A busca por planos de saúde corporativos também é uma função e preocupação que devem ter. Eles precisam apresentar aos donos da corporação os principais motivos pelos quais devem investir nesse segmento.

Por que investir no bem-estar dos funcionários?

Certamente você já ouviu aquele famoso ditado popular: “colaborador feliz rende mais”. Essa é uma máxima da vida, pois toda pessoa que estiver feliz e se sentir valorizada, ficará motivada para dar retorno. Isso não é somente no âmbito trabalhista, são em todos os âmbitos.

Em outras palavras, investir no bem-estar dos funcionários é a principal forma de manter uma equipe unida, engajada e preparada para atingir os resultados e lidar com os problemas.

Ainda assim, ter o cuidado com os colaboradores é um bom cartão de visita para novos talentos que podem um dia querer trabalhar em sua empresa, ou ainda para potenciais clientes.

Leia mais: Preocupação excessiva: o que é e como lidar

Cada vez mais a empatia tem ganhado espaço no mundo profissional, ter cuidado com os funcionários é um dos principais motivos para investir nisso.

Do mesmo modo, o investimento no bem-estar é muito menor que perder um bom profissional por causa de estresse, ou alguma doença relacionada ao trabalho.

Tudo isso já faz valer o investimento em um profissional de recursos humanos, ou até mesmo em uma equipe. Afinal, são poucos os donos de empresas que têm tempo para cuidar de todos esses pontos diariamente.

Conclusão

Em suma, um profissional de recursos humanos é mais que a pessoa que irá recrutar novos talentos para uma empresa, ele será os olhos e ouvidos dela.

O grande responsável por manter uma equipe unida e engajada, visando o sucesso corporativo dela. Da mesma forma, será o canal direto entre os colaboradores e a chefia direta.

O RH é quem buscará soluções rápidas para problemas internos, e de quebra pode agir como uma forma de fiel escudeiro para os donos de uma empresa. Afinal, eles devem tomar conta de toda a equipe de trabalho.

Então, antes de buscar um profissional de recursos humanos para sua empresa, entenda se ele está pronto para te entregar todo esse pacote. Além disso, jamais esqueça de como o bem-estar fará bem para o desenvolvimento do ambiente profissional no local de trabalho.

Missão rh
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar