Desenvolvimento pessoal

Como a psicóloga pode ajudar você mulher a lidar com os problemas do dia a dia

Você já se perguntou como um psicólogo pode ajudar você com problemas do dia a dia? Muitas pessoas pensam que a psicologia serve apenas para o tratamento de doenças mentais.

Outras pessoas pensam que a “terapia é para os loucos” e que é “loucura ir em psicólogo”. Mas, a verdade é que não funciona dessa forma, a terapia é para todos. Seja qual for o problema cotidiano que se passa, é importante procurar ajuda profissional.

O psicólogo está aí para escutar, acolher e orientar sobre suas situações do dia a dia. 

O preconceito em torno da psicoterapia

As pessoas têm medo de procurar um psicólogo, por acharem que as outras pessoas vão ver que fazem terapia e podem comentar que estão loucas por irem ao psicólogo. Hoje em dia quando se está sentindo dor de cabeça ou coração já se corre procurar um médico clínico. Quando há alguma dificuldade em enxergar, o oftalmologista é procurado. Quando surge uma dor de dente, rapidamente marca-se dentista. Agora, quando o problema é o psicológico, muitas pessoas resistem em procurar um psicólogo por preconceito, preferem ir ao psiquiatra para dar remédio e já “sarar” na hora, do que ir ao psicólogo conversar.

Os psicólogos não só escutam, acolhem e conversam na terapia, eles procuram compreender e melhorar o funcionamento das pessoas, os seus pensamentos, sentimentos e comportamentos

Um psicólogo pode ajudar nos mais diferentes problemas do dia a dia, como:

  • Quando temos de lidar com sentimentos difíceis, como o término de uma relação, a perda de alguém que amávamos ou sentimentos de medo, tristeza ou culpa;
  • Quando temos situações dolorosas no nosso passado que interferem na nossa vida e nos bloqueia de atingir os nossos objetivos;
  • Quando temos uma doença física que está a interferir com a nossa saúde;
  • Quando nossos pensamentos, sentimentos ou comportamentos interferem o nosso funcionamento habitual do dia a dia ou quando nos sentimos sobrecarregados com o nosso trabalho, a educação dos nossos filhos ou o cuidar de um familiar doente ou idoso.
  • Quando nos sentimos ansiosos, estressados o tempo todo, não conseguimos nos controlar, ou quando se sente triste e acaba colocando a tristeza na comida. 
  • Quando não se consegue ter autoestima, quando se sente para baixo, quando não se sente linda, e não pratica o autocuidado. 

Na verdade, não é necessário ter um “problema” específico para procurar a ajuda de um psicólogo. Um psicólogo pode ajudar quando queremos construir uma qualidade de vida melhor e relação saudável no dia a dia com as pessoas ao redor, ou simplesmente nos conhecermos melhor.

Todos nós, por diferentes motivos e em diferentes momentos da nossa vida podemos nos beneficiar da ajuda de um psicólogo.

Na psicoterapia, a psicóloga e o paciente vão trabalhar juntos. A terapia ensina técnicas mais úteis para identificar os seus padrões de pensamento, regras, formas de pensar, hábitos e atitudes que estão na origem dos problemas psicológicos, além de ajudar você a aprender pensamentos, atitudes e estratégias mais úteis que pode incorporar no seu dia a dia para melhorar o seu bem-estar.

A psicóloga irá ajudar a paciente através de exercícios e questionamentos mentais com imagens a intervir nos pensamentos negativos, levando a não autocrítica.

Levando a pessoa a fazer uma auto reflexão para que ela se compreenda e entenda seus pensamentos, opiniões e atitudes mais profundamente.

Evoluindo o tratamento, aos poucos retiram-se os sentimentos de menos valia, de desmerecimento e os outros sentimentos negativos, substituindo tudo isso por sentimentos positivos, incentivando o amor próprio, o autoconhecimento e recuperando os altos níveis de autoestima.

Qual é o momento de procurar terapia? 

Existem muitos motivos para se fazer terapia, mas qual será realmente o momento de procurará-la? Primeiramente, a terapia não está exclusiva só para pessoas “doentes”. Ela pode ajudar todas as pessoas em qualquer momento da vida, seja para superar um divórcio, o luto, problemas no relacionamento, aprender a controlar a ansiedade, a melhorar a autoestima, ou ainda para ajudar na carreira profissional. 

Por isso, não precisa esperar estar no “fundo do poço” para procurar ajuda profissional. Qualquer momento que esteja passando, a psicóloga vai te auxiliar e acolher da melhor maneira possível. 

Quando devo procurar um psicólogo? 

Em primeiro lugar, você deve saber que ir ao psicólogo pode ajudar em qualquer situação. Sempre será benéfico se conhecer mais e aprender sobre seus processos psicológicos, analisar seus pensamentos e gerenciar suas emoções.

Embora exista uma série de motivos para ir ao psicólogo, há algumas situações específicas onde é melhor se consultar um profissional.

É indicado que você marque uma consulta quando perceber sintomas de:

  • Medo,
  • Tristeza,
  • Ansiedade,
  • Depressão,
  • Raiva,
  • Angustia,
  • Procrastinação.

Se observar se esses sintomas estão sendo constantes em sua vida e que não melhoram com o passar dos meses, é melhor buscar buscar ajuda profissional o quanto antes.

A seguir veremos em quais casos é importante consultar com um psicólogo:

  • Se você se sente constantemente sobrecarregado, cansado, tem pensamentos negativos, evita contato com outras pessoas.
  • Sente as emoções negativas com muita intensidade a ponto de atrapalhar o seu dia a dia.
  • Ansiedade extrema com proporção de preocupações, angústias, medos, insegurança.
  • Se passou por uma situação traumática que está prejudicando o seu emocional e o seu dia a dia.
  • Sintomas de alguns transtornos como por exemplo: depressão, ansiedade, pânico, fobias, medos etc.
  • Estresse excessivo
  • Problemas no relacionamento familiar ou amoroso.

Uma das maneiras é você identificar os acontecimentos que despertam esta emoção negativa com maior frequência e em momentos específicos.

Por exemplo:

  • “Sinto-me frequentemente triste no meu trabalho, principalmente quando meu chefe deprecia minhas entregas”,
  • “Sinto-me extremamente preocupada e insegura quando meu namorado não chega no horário que combinamos, então sempre me pego controlando seus passos”,
  • “Sinto-me irritada(o) sempre que estou próxima(o) ao meu filho, marido ou namorado, e normalmente sou muito agressiva(o) com meu próprio filho(a), marido ou esposa, namorado(a).
  • “Sinto-me depressiva o tempo todo, não tenho vontade de fazer nada e só choro”. 

Na psicoterapia você irá aprender, sim, a ter mais controle sobre os sintomas, mas acima de tudo, irá transformar o seu jeito de agir e de se relacionar consigo mesmo e com o mundo diante de situações estressantes. O benefício disso é um aumento no seu bem-estar e na qualidade de vida.

Por fim, a terapia não tem o poder de tornar os eventos da sua vida menos desafiadores, mas pode te capacitar a enfrentar situações críticas de uma forma mais leve e assertiva. Neste sentido, pode te ajudar a sair do lugar de “refém” desses sintomas e torná-lo protagonista de suas escolhas.

Referências:

  1. Acesso ao site: https://encontreumasaida.pt/
  2. Acesso ao site:https://www.psicologiaexplica.com.br/como-a-psicologia-pode-te-ajudar/
  3. Acesso: https://br.psicologia-online.com/quando-devo-procurar-um-psicologo-543.html
  4. Acesso:https://www.psicologoeterapia.com.br/psicologo-ajuda-emocional/qual-e-o-momento-de-procurar-terapia/
  5. Acesso:https://www.centraldeconsultas.med.br/blog/como-saber-se-devo-procurar-um-psicologo/#:~:text=Na%20verdade%20%C3%A9%20indicado%20que,buscar%20um%20atendimento%20especializado%20melhor
Lidiane C. Prates Costa
Últimos posts por Lidiane C. Prates Costa (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar