E-sports

Sequência de derrotas em partidas ranqueadas? Pare de jogar errado!

Poucas coisas são tão frustrantes quanto uma sequência de derrotas nas filas ranqueadas, não é mesmo? Mas isso não acontece só com você. É muito comum que até mesmo os jogadores mais experientes sejam derrotados várias vezes em seguida.

Sabe o que é mais engraçado? A culpa não é do time, do jogo, do teclado ou da sua internet. Na verdade, o grande visão de tudo isso é o seu comportamento. Isso mesmo: você, às vezes, se sabota.

Mas pode ficar tranquilo, nem tudo está perdido. Existem alguns truques que podem ser usados para acabar com a sequência de derrota. Confira!

A primeira partida é a mais importante

A primeira partida do dia é a mais importante de todas. Ao logar pela primeira vez, seu foco ainda não está 100% voltado para o game. Além disso, seus dedos precisam se aquecer e é bom dar aquela conferida no ping.

E não é só isso! A primeira partida também tem um impacto muito importante para seu psicológico. Ganhar um jogo, causar uma bola de neve e, literalmente, stompar com os adversários faz com que sua autoestima fique nas alturas.

Só que essas façanhas não costumam acontecer nas partidas ranqueadas, não é? Lá, o nível de jogo muda, os jogos ficam equilibrados e as vitórias são definidas por pequenas jogadas.

Então faça o seguinte: assim que logar, crie uma partida normal. Escolha o kit mais “roubado” possível e jogue com a intenção de ser a estrela da rodada. Caso prefira, vale criar uma partida contra bots e ficar brincando de matar a IA.

Perdeu? Então é hora de desistir!

Do mesmo jeito que uma vitória eleva sua autoestima, aumenta a animação e favorece a concentração, a derrota faz o oposto. Depois de perder uma partida, começamos a pensar que precisamos “compensar o erro”.

Afinal de contas, os pontos precisam ser recuperados, não é mesmo? Então em vez de pegar o seu melhor personagem, você pensa em ajudar o time, foca no trabalho em equipe, joga de um jeito diferente do que está acostumado.

Seguindo essa linha, responda com sinceridade: qual a chance de você ganhar uma partida sem usar o seu estilo de gameplay padrão? É muito baixa, não é mesmo? Pois é. Aí acontece sua segunda derrota!

Mesmo que racionalmente você pense que não tem problema perder, que isso acontece e que é natural, a realidade é muito diferente. Seu corpo para de responder como deveria, o foco reduz e, em vez de prestar atenção no que está acontece, você só se lembra dos pontos perdidos.

Por isso a segunda dica para acabar com a sequência de derrota é bem simples: depois de perder, pare de jogar. Procure outro jogo para passar o tempo, vá ver um vídeo, faça um exercício etc.

Durante trinta minutos, evite voltar para as filas ranqueadas. Aproveite o tempo para descansar. Depois, repita a primeira dica que falei (jogue uma partida normal) e volte para sua ranqueada.

Lembre-se: os jogos são equilibrados

Não importa qual seja o jogo que você gosta, a reclamação dos jogadores sempre é a mesma: “eu dei azar, só peguei time ruim hoje”. Essa afirmação tem dois problemas:

  1. o sistema de balanceamento dos jogos é muito eficiente. Mesmo que algum jogador não jogue tão bem no seu time, não tem problema. Na equipe adversária também existirão jogadores que não são tão bons;
  2. independentemente de quão habilidosos são os players da sua equipe, uma sequência de derrotas não é definida pelo time. Todas as suas derrotas e todas as suas vitórias tem um fator em comum: você.

Por isso, não insista que o problema é o time. Sempre existirá alguém para sair no meio do jogo, para “trollar”, para entregar vantagem e tomar decisões ruins. Apesar disso os jogadores profissionais conseguem se manter no topo do rank.

Isso acontece porque eles entendem que depende apenas deles para fazer a diferença. Se as equipes são equilibradas, qualquer jogador um pouco mais habilidoso é capaz de ser a chave da vitória — que tal esse ser você?

Seu ranque, elo ou patente é definido com base na sua habilidade, não na do seu time. Se em suas partidas estão aparecendo jogadores com ranques mais baixos, é porque o seu também está no mesmo nível.

Que tal passar algumas horas do seu dia jogando contra bots? Treine os combos, melhore sua mira, repita a mesma ação várias e várias vezes. Busque masterizar suas estratégias de jogo.

Se você reservar trinta minutos do seu dia para treinar contra bots, sempre testando todas as estratégias, combos e itemizações possíveis, certamente seu desempenho vai aumentar.

Se o desânimo bater, aperte o “X”

Como já deu para perceber nessa altura do texto, todos os fatores que corroboram com a sequência de derrotas são psicológicos. Não existe nenhuma razão estrutural para perder vários jogos seguidos (a menos que você fuja do meta completamente).

Então, sentimentos negativos devem ser evitados nas filas ranqueadas. Essas partidas mais disputadas não dão espaço para o desânimo ou incerteza. Muito menos para estados físicos indesejados, como o cansaço e o sono.

Jogar com algum desses incômodos é o suficiente para garantir que você errará muitas jogadas, tomará decisões ruins e não se esforçará para ganhar. Em uma partida mais acirrada, esses detalhes são determinantes.

Se algo estiver lhe incomodando, clique no “x” no canto superior direito e vá assistir alguma coisa para relaxar.

Além dessas dicas, você também pode treinar para melhorar seu comportamento. Quanto menos brigas e irritações lhe atrapalharem durante a partida, melhor será seu desempenho. Assim dá para dizer adeus para a terrível sequência de derrotas e aproveitar a desejada sequência de vitórias.

E aí, ficou com alguma dúvida sobre o que precisa ser feito? Está precisando de umas dicas a mais? Então deixe aqui seu comentário!

Wendell Coutinho

Olá! Meu nome é Wendell Coutinho. Sou Psicólogo clínico e minha abordagem é a Análise do Comportamento.

Tenho experiência com atendimentos online, bem como terapias breves e hipnoterapia. Estou aqui para lhe ajudar a superar os desafios da sua vida. Se você tem algo que lhe incomoda, quer ter um melhor desempenho no dia a dia, ou se precisa de uma ajudinha extra para atingir seus objetivos (pessoais, amorosos e profissionais), conte comigo.

Eu acredito em uma Psicologia prática, objetiva e aplicável ao cotidiano. Por isso não vejo minha profissão apenas como algo para tratar doenças (apesar de isso ser de extrema importância), mas sim como uma forma de potencializar os talentos individuais e permitir que qualquer pessoa possa crescer na vida e ter sucesso.

Além do Psicologia viva, você também me encontra em:

meu site: http://ambientepsi.com.br
meu blog: http://blog.ambientepsi.com.br
minha página no Facebook: https://facebook.com/ambientePsi/
Wendell Coutinho
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar