Desenvolvimento pessoal

5 fatores que causam a tristeza de fim de ano e as melhores maneiras de lidar com eles

Iniciamos o último mês do ano, o mês lembrado como momento de festas, comemorações, reencontros, alegrias, mas também o mês que muitas pessoas percebem que estão mais emotivas. Algo muito comum, pois, o final do ano representa o final de um ciclo, para muitos passa um filme na cabeça, relembram tudo que aconteceu no decorrer deste ano, suas conquistas, suas quedas, as metas que conseguiram alcançar, as que foram esquecidas no decorrer dos meses, as perdas, as pessoas que chegaram para contribuir e tantas outras coisas.

Os 5 fatores que causam a tristeza de fim de ano

Veja a seguir 5 fatores que causam a tristeza de fim de ano:

#1 – O passado afeta o presente

Neste momento é comum que as pessoas tenham lembranças da infância ou de momentos que marcaram suas vidas na mesma época do ano, essas lembranças exercem muita influência na forma de sentir de cada pessoa.

#2 – Idealização excessiva

É o momento em que as pessoas refazem suas metas para o próximo ano, gerando uma carga excessiva de expectativas para o próximo ano, e costumam pensar se irão realizar seus objetivos.

#3 – Excesso de cobranças 

É a época do ano em que as pessoas estão mais reflexivas sobre suas metas de vida, sobre o que querem fazer, conquistar, etc. No entanto, quando começam a visualizar as metas que não foram alcançadas, surge um sentimento de fracasso. Em geral essa situação acontece muitas vezes por uma cobrança desnecessária de uma ideia irreal de que para ser “perfeito” precisa sair tudo como planejado.

#4 – Luto durante as festas de fim de ano

Para muitas pessoas, a época de fim de ano é um momento doloroso, principalmente pela falta de pessoas queridas, o que implica diretamente no item mencionado anteriormente das lembranças. Isto é especialmente para as pessoas que tenham sofrido uma perda significativa, como a morte de alguém ou o término de um relacionamento. Lidar com a falta nesse momento é muito difícil.

#5 – Estar sozinho

Muitas vezes, por situações adversas, não é possível passar as datas comemorativas com a família, o que também gera muita tristeza. Infelizmente tal afastamento muitas vezes agrava os sentimentos de solidão e os sintomas de depressão.

Um movimento comum é o de as pessoas olharem para o que passou e ter o sentimento de frustração pelas metas que não alcançaram, pelas coisas que não conquistaram.

É importante refletir: “E quantas coisas você tinha planejado e conseguiu conquistar?”. Até mesmo com os problemas que surgiram neste ano, o que você aprendeu? É um movimento automático olhar para o problema como algo ruim e negativo, mas qual foi o aprendizado que ele lhe proporcionou?

Principalmente esse ano de 2020, onde muitas pessoas precisaram se reinventar, mudar planos, lidar com emoções e sentimentos que não eram esperados, muitos conseguiram tirar experiências produtivas, que agregaram em suas vidas. 

E o que mais eu posso fazer para lidar com esses sentimentos?

  • Procure estar próximo de pessoas de que gosta, seja amigo, namorado ou vizinho, o importante é estar com pessoas de que gosta e que lhe proporcionam bem-estar.
  • Quando for programar suas metas, faça uma análise do que é realmente importante para você, crie metas que condizem com a sua realidade, seus limites.
  • No caso de estar distante de pessoas para as quais você tem um carinho muito grande, use a tecnologia a seu favor, faça vídeo chamadas, mande mensagens, demonstre os seus sentimentos.
  • Em situações de luto, o tempo influencia muito nos sentimentos, no caso de perdas recentes é natural existir o sentimento de dor e tristeza, nesta situação cabe ao tempo amenizar esses sentimentos. Ou seja, a melhor forma de lidar é buscar a aceitação da perda e se permitir sentir todas as fases do luto.
  • Procure a ajuda de um profissional caso não consiga mudar seus comportamentos sozinho. É importante compreender que muitas vezes os comportamentos implicam diretamente na forma como você se sente. Ninguém precisa passar por nada sozinho e existem profissionais capacitados a acolher suas angústias e lhe auxiliar durante todo o processo.

A Tristeza de fim de ano pode ser considerada depressão?

Muitas pessoas comparam a tristeza de final de ano com a Depressão. É muito importante ressaltar a diferença entre ambas. Quando falamos na tristeza de final de ano, estamos citando uma situação sazonal, esporádica. A depressão tem como um dos sintomas a tristeza, porém o seu diagnóstico necessita de outros sintomas para ser definido como tal.

Ainda existe muitas pessoas que julgam a dor do outro como algo banal e de livre escolha. As dicas que mencionei acima, servem para auxiliar as pessoas na busca por uma melhoria de algo que as afeta e causa desconforto, porém, devemos levar em consideração que cada indivíduo é único e sente suas emoções de maneiras também diferente.

Um exemplo que pode deixar o que acabo de dizer de modo mais claro: vamos pensar em uma festa onde todas as pessoas ingeriram uma quantidade de álcool igual, vamos encontrar algumas pessoas agindo “naturalmente”, aquelas que estão alegre, outras triste; terá alguém irritado; o engraçado, e a pessoas que dormiu.

Ou seja, cada pessoa sente reage de uma forma, e assim também é com a Depressão e com a tristeza

Quando existe um diagnóstico de depressão, muitos outros fatores e intensidade foram analisados pelo médico, levando em consideração toda o histórico de vida da pessoa.

Então, caso perceba alguém próximo mais melancólico no final do ano, ou até mesmo se você se perceber desta forma, tente seguir as sugestões que mencionei acima, e caso perceba que esta tristeza está persistente, que você tem sentimentos de apatia, indiferença, desesperança, falta de perspectivas ou prazer pela vida procure a ajuda de um profissional para uma avaliação.

Nas situações de tristeza apenas nesta época do ano, procure se permiti sentir essas emoções. Não deixe de festejar essas datas por sentir-se dessa forma, olhe para o que passou com carinho, porque ele faz parte da pessoa que você é hoje.

E o que você queria e não conseguiu, para, reflete e analisa se ainda é importante, assim você poderá conquistá-las nesse próximo ano que está chegando.

 

Referências

Artigo – Por que algumas pessoas ficam mais tristes no fim do ano?https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/12/26/por-que-algumas-pessoas-ficam-mais-tristes-no-fim-do-ano.htm#:~:text=De%20acordo%20com%20Bottura%2C%20depende,da%20dor%20da%20alma%22%20explica.

Artigo – Depressão de final de ano: como lidar com esse distúrbio – https://hospitalsantamonica.com.br/depressao-de-final-de-ano-como-lidar-com-esse-disturbio/

Artigo – Tristeza de fim de ano: 5 fatores que causam e como lidar com eles -https://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/4074-tristeza-de-fim-de-ano-5-fatores-que-causam-e-como-lidar-com-eles

Últimos posts por CHEILA DAIANE BAHNERT (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar