Burnout: Técnicas psicológicas para evitar o esgotamento

O que é a Síndromede de Burnout e o que fazer quando se está vivendo esta condição

A Síndromede de Burnout, conhecida também como Síndrome do Esgotamento Profissional, tem acometido profissionais de todas as áreas, devido os excesso de exigências na atuação profissional, como por exemplo:

  • Muitas atividades para cumprir dentro de um prazo curto;
  • Ambiente de trabalho competitivo;
  • Autoritarismo por parte da chefia na gestão de pessoal;
  • Pouca liberdade para tomar decisões;
  • Pouco tempo para descanso e relaxamento entre as jornadas de trabalho;
  • Entre outras condições.

Os profissionais acometidos pela Síndrome de Burnout devem procurar auxílio médico e psicológico, pois essa é uma condição que não se gerencia sozinho.

O tratamento é realizado com medicamentos, receitados pelo médico e com acompanhamento psicológico realizado pelo psicólogo.

É de extrema importância que o indivíduo altere a sua dinâmica de vida, buscando desenvolver atividades profissionais sem as condições que o levaram a desenvolver o Burnout.

Equilíbrio entrea vida pessoal e profissional é de extrema importância para vencer o Burnout.

Técnicas psicológicas e atividades para ajudar no tratamento do Burnout

Algumas técnicas psicológicas e atividades podem ser aplicadas para ajudar no tratamento do Burnout. Essas técnicas são:

Peça ajuda e crie uma rede de apoio

O ser humano se sente melhor quando tem o suporte de amigos, familiares, colegas de profissão. Pedir ajudapode trazer uma sensação de apoio, melhorando a autoestima frente às realizações profissionais.

Relaxamento

Buscar atividades que propiciem prazer. Seja andar de bicicleta, assistir a um filme ou a uma série na TV, caminhar ao ar livre, se reunir para conversar e se distrair com amigos e familiares. Não existe uma receita de bolo e o importante é buscar aquilo que te traz prazer, seja sozinho ou acompanhado de outras pessoas.

Converse com um psicólogo

A psicoterapia é um ótimo momento para o indivíduo se autoconhecer. Nas sessão de psicoterapia, a pessoa poderá dar voz a sua dor, tendo a escuta qualificada de um profissional da psicologia.

Dessa maneira o indivíduo poderá se organizar, se sentir acolhido e ter “insights” sobre o que pode ser feito para melhorar na prática os efeitos do Burnout.

É importante que o indivíduo reconheça quais são seus limites, o que faz bem ou mal no desenvolvimento das atividades profissionais e o que pode ser feito para alterar a realidade, visando aumentar a qualidade de vida.

Alimente-se bem

Ter uma dieta equilibrada influencia o humor e nossa energia para realizar as atividades.

Cobre-se menos

Fique de olho na autocobrança e tente diminuir o ritmo quando sentir que não vai dar conta de tudo que precisa fazer. Negocie novos prazos para entregar o trabalho.

Cuide das noites de sono

É durante o sono que o organismo exerce as principais funções restauradoras do corpo, como o reparo dos tecidos, o crescimento muscular e a síntese de proteínas.

Durante esse momento, é possível repor energias e regular o metabolismo, fatores essenciais para manter corpo e mente saudáveis.

A Síndrome de Burnout pode ser tratada desde que se assuma que é necessário procurar tratamento.

Buscar ajuda profissional especializada, alterar a rotina e o estilo de vida podem ajudar o indivíduo a se recuperar do Burnout e ter qualidade de vida.

Psicólogo Fábio Sousa

Fabio Sousa
Últimos posts por Fabio Sousa (exibir todos)

Deixe seu comentário aqui

Assine nossa newsletter

Outros posts que você também pode gostar

Assine nossa newsletter

Fique por dentro dos melhores conteúdos sobre bem-estar, saúde e qualidade de vida

Saúde mental, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

Através do nosso programa de saúde mental, as empresas reduzem perdas com afastamento do trabalho por demandas emocionais.

Fechar
Fechar