O que o RH pode fazer para melhorar a autoestima dos colaboradores?

Qual o papel dos Recursos Humanos (RH)?

O Recursos Humanos como um setor estratégico dentro da empresa sempre coloca em discursão com a gestão estratégica objetivos para compor um ambiente interno que proporcione bem-estar, que seja motivador e produtivo.

Partindo do dessa perspectiva, é importante repensar o modelo de gestão, direcionando parte dos investimentos para a qualidade de vida dos colaboradores, melhorando sua saúde mental e física.

Pensar no bem-estar do ambiente de trabalho se torna fundamental em uma sociedade onde as pessoas passam mais tempo nas empresas do que em suas próprias casas. 

Em um ambiente corporativo o RH irá conduzir várias demandas de melhorias para o colaborador e partindo do aspecto do bem-estar e saúde mental é interessante abordar sobre a temática da autoestima.

A importância da Autoestima para o colaborador

Para a psicologia, autoestima inclui uma avaliação subjetiva que uma pessoa faz de si mesma, sendo ela positiva ou negativa em algum grau. Ela é construída a partir das experiências pessoais, das emoções, crenças, comportamentos, autoimagem e da imagem que os outros têm sobre nós.

Ter autoestima elevada contribui para que a pessoa acredite na sua própria capacidade e, dessa forma, produza resultados melhores no âmbito pessoal e profissional. Isto é, ela aumenta a resiliência para lidar com desafios e, na esfera profissional, ela amplifica as chances de uma pessoa aceitar novas oportunidades e mudanças de uma maneira mais otimista e saudável. 

Pensar em saúde mental tem sido um desafio para muitos profissionais de RH. Em meio às mudanças na vida profissional e pessoal, adaptar-se pode se tornar um processo difícil e doloroso e que também pode trazer danos para a autoestima no trabalho.

Desenvolver a autoestima faz parte da qualidade de vida e bem-estar dos colaboradores. As empresas devem se atentar para a relação entre autoestima e produtividade, afim de alcançar bons resultados.

Neste aspecto existem várias melhorias que podem ser implantadas entendendo os recursos humanos com o papel de unir todos os processos da empresa, desde a parte burocrática até a gestão de pessoas.

Portanto, os profissionais da área precisam ficar de olho em tendências de mercado, nos dados coletados sobre a performance dos colaboradores e nas necessidades de todos os setores da empresa. Dessa forma, eles conseguem desenvolver ações que se enquadram em todos os setores da empresa.

Dentre as melhorias que os Recursos Humanos podem implantar, estão:

1) Criação de Espaço de Descanso – Salas e ambientes de descanso. 

2) Espaço adequado de trabalho dentro dos padrões ergonômicos. 

3) Ginástica Laboral – Durante a Jornada de Trabalho.

4) Celebrar Resultado – Resultados alcançados mensalmente ou a cada semestre.

5) Programa de Qualidade de Vida – Física e Mental.

6) Programa de Reconhecimento – Valorização dos Colaboradores.

7) Investir na Cultura de Feedback – Lideranças mais presentes e próximas.

8) Flexibilidade da jornada de trabalho.

9) Aposte em Treinamentos.

10) Incentivar Programas Sociais – Participar de Ações.

11) Programa de Visita dos Parentes na Empresa – Dia da Família, Visita de Parentes. 

12) Valorize Ideias dos colaboradores – Com Premiações.

Por fim, quando o colaborador é valorizado e colocado no centro da empresa novos costumes surgem, aumentando, assim, a sensação de bem-estar.  

Juliana Pessoa,

Psicóloga Especialista em Saúde Mental e Gestão Pessoa

Juliana Pessoa de Sousa
Últimos posts por Juliana Pessoa de Sousa (exibir todos)

Deixe seu comentário aqui

Assine nossa newsletter

Outros posts que você também pode gostar

Assine nossa newsletter

Fique por dentro dos melhores conteúdos sobre bem-estar, saúde e qualidade de vida

Saúde mental, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

Através do nosso programa de saúde mental, as empresas reduzem perdas com afastamento do trabalho por demandas emocionais.

Fechar
Fechar