SaúdeSem categoria

Terapia EMDR e o tratamento do trauma

Hoje já é de amplo conhecimento da ciência que os traumas psicológicos causam inúmeros males para a nossa saúde mental e física. A cada nova pesquisa e estudo sobre o assunto, a relação entre o trauma e a doença fica mais conhecida.

Nos últimos anos a ciência já demonstrou, baseado nesses estudos, a relação entre o trauma e doenças como: depressão, ansiedade, fobias, fibromialgia, pânico, TOC, doenças psicossomáticas, compulsões, etc.  

Além das dificuldades e bloqueios que o trauma causa no dia a dia, seja na nossa vida em sociedade, seja na profissional, afetiva ou pessoal. Também sabemos que o trauma tem grande influência no comportamento do indivíduo, modulando sua forma de se portar, abrindo brechas para comportamentos de risco, como o alcoolismo, ou dificultando as relações, como no caso do comportamento introspectivo.

O trauma como consequência  

Além de ser uma das causas de doenças psicológicas, o trauma também pode ser consequência. Receber um diagnóstico de por exemplo depressão ou de alguma outra doença é tão traumatizante quanto o próprio quadro.  

Vivemos num mundo onde várias coisas ruins podem acontecer, a violência, as doenças, a morte, as crises sociais e econômicas, todos os tipos de abusos, a separação, os relacionamentos abusivos, o bullying. Se todas essas coisas causam tantos traumas, qual pode ser a saída?  

Assim como precisamos cuidar do nosso corpo, também precisamos cuidar da nossa mente. Cuidamos da nossa mente evitando as ocasiões traumáticas e trabalhando aquilo que já vivemos de traumático.  

Como curar o trauma através da psicologia?  

Você deve saber que na psicologia há várias abordagens de tratamento, como por exemplo a psicanálise, a TCC, a logoterapia. E há uma abordagem que é específica e focada no tratamento do trauma, ela se chama Terapia EMDR.

O EMDR é uma abordagem psicoterápica internacionalmente reconhecida e indicada para o tratamento e reprocessamento de traumas e suas consequências (psicopatologias, bloqueios e dificuldades).

Recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que a classificou como um terapia de classe A para o tratamento do trauma, o EMDR é cientificamente validado por centenas de estudos técnicos que demonstram os resultados eficazes de tratamento clínico, por isso recebeu a classificação de Evidence-Based Practice in Psychology (Psicoterapia Baseada em Evidências), ou seja, seus resultados foram e podem ser testados, demonstrados e comprovados por meios de evidências científicas. 

Como funciona o EMDR? 

O EMDR segue um protocolo de 8 fases, na fase 4 realiza o reprocessamento do conteúdo traumático/bloqueador armazenado no hemisfério direito do cérebro.

Uma das características da terapia EMDR é ser pouco verbal, diferente de outras abordagens onde a fala do terapeuta é uma das principais ferramentas de trabalho, no EMDR não, o terapeuta deve falar menos, mas sim conduzir por uma série de exercícios o reprocessamento neuronal. A terapia EMDR, é, portanto, uma terapia ativa, protocolar, guiada, com começo, meio e fim.

Se você tem o desejo de conhecer mais sobre essa abordagem marque um consulta. Faça essa experiência de cuidar da saúde mental por meio do tratamento dos traumas. 

Júlio César de Paula Ribeiro 

Psicólogo

Julio Cesar De Paula Ribeiro
Últimos posts por Julio Cesar De Paula Ribeiro (exibir todos)
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar