Tecnologia e saúde: como unir os dois em prol de uma vida melhor?

terapia online com o uso da tecnologia
Tecnologia e saúde: como unir os dois em prol de uma vida melhor?

A tecnologia na saúde não é mais o futuro, é o presente. Com a pandemia de covid-19, há dois anos, a população se viu em meio à novidade a teve que se adaptar rapidamente. E não é que deu certo?

Segundo a pesquisa realizada pela Conexa, 70% dos pacientes que foram atendidos online, pretendem fazer novamente a teleconsulta.

E não é para menos: a tecnologia encurta distâncias, aproxima profissionais de seus pacientes, estabelece uma maior possibilidade de atendimentos e auxilia pacientes em todo o país.

Dessa forma, a tecnologia é extremamente importante, pois gera impactos na forma que são feitos os tratamentos das doenças, e também na gestão da saúde e no acompanhamento dos pacientes.

Mas a tecnologia pode ser usada somente na medicina? Conversamos com a psicóloga Julia Palmezan, da Psicologia Viva, que deu dicas sobre a terapia online. Veja só!

O que é terapia online

Agora, com a tecnologia, profissionais de todo o Brasil podem prestar atendimento psicólogos a seus pacientes de qualquer lugar. É a chamada terapia online ou psicoterapia.

Basicamente, são sessões de terapia oferecidas pela internet, por psicólogos devidamente cadastrados ao Conselho e registrados por meio de videochamadas.

A prática é nova e foi regulamentada em 2018, no Brasil, por isso, ainda provoca as mais diversas dúvidas.

“A terapia online, que pode ser feita por telefone ou por chamada de vídeo, existe a necessidade do cuidado com o sigilo. Então, é preciso que tanto paciente quanto psicólogo estejam em um lugar privado, onde não sejam ouvidos, onde as pessoas não entrem e de preferência com fone de ouvidos”, orienta a profissional.

Terapia online x Terapia presencial

O tratamento com o uso de tecnologia terá o mesmo resultado do atendimento tradicional, porém, há algumas diferenças no meio do caminho.

As principais diferenças são em relação ao custo, à distância e ao tempo. Olha só!

  • Custo: em geral, as consultas online têm um custo mais baixo que as consultas presenciais. Isso porque o profissional consegue eliminar alguns custos atendendo por meio da tecnologia, como funcionários e aluguel do consultório.
  • Distância: imagina mudar de cidade e ter que procurar um outro profissional para ser atendido? Com a tecnologia isso não acontece, pois é possível se consultar com psicólogos de qualquer lugar.
  • Tempo: rotina atribulada é quase uma regra no dia a dia do brasileiro, não é mesmo? Por isso, a teleconsulta é uma alternativa para quem não tempo na agenda.

Além disso, ainda há a vantagem de encontrar mais facilmente os profissionais, mais conforto no atendimento e flexibilidade de horários.

“Na terapia presencial, o paciente vai estar frente a frente com o psicólogo ou ele vai estar no divã, mas de qualquer forma vai ter um contato presencial com o profissional. Algumas pessoas preferem esse contato presencial, principalmente, porque ainda tem o preconceito com a modalidade online”, esclarece a psicóloga.

Mas olha só esse dado que interessante: o psiquiatra Wagner Gattaz, diretor do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, realizou um estudo revelando que não há diferença entre terapia online e presencial.

Foram analisados 107 pacientes com depressão. Dentre eles, 52 foram tratados de forma online e os outros, com consultas presenciais.

Após a análise, o profissional constatou que não houve diferença em relação à evolução clínica.

Como saber se a tecnologia é para mim?

Não há resposta certa nem definida: o ideal é você marcar uma consulta e ver como se adapta.

O intuito da teleconsulta é flexibilizar o atendimento e auxiliar quem mais precisa de ajuda.

Se você se sente confortável com a ideia, por que não tentar?

A Dra. Julia ainda dá algumas dicas: “Desde que seja possível e que o paciente tenha um lugar privado, onde ele se sinta confortável para realizar as sessões, sem a quebra do sigilo e que aja internet minimamente adequada para fazer a terapia, é ideal para todo mundo. Com as crianças é mais complicado, mas também não é impossível”.

 

Benefícios da terapia

Depois de ler esse artigo, que tal dar o primeiro passo para cuidar de si mesmo?

A terapia, seja ela presencial ou online, ajuda a encarar a vida de uma outra maneira, de forma mais leve e positiva.

Veja só alguns benefícios da terapia:

  • Fortalece a autoestima
  • Auxilia no autoconhecimento
  • Ajuda a encontrar um propósito
  • Alivia tensões do dia a dia
  • Ajuda no desenvolvimento da inteligência emocional
  • Facilita os relacionamentos
  • Estabelece aprendizados inesquecíveis!

Conte com a Psicologia Viva (Conexa) para uma vida melhor e mais saudável!

Fonte: Julia Palmezan, psicóloga da Psicologia Viva (Conexa) é especialista em ansiedade, violência sexual, saúde mental, relacionamentos afetivos, transtorno do sono e conflitos amorosos, entre outros temas.
A profissional é formada é Psicologia na PUC Campinas e é integrante de grupos de estudos da Associação Campinense da Psicanálise e Grupo de Estudos Lacan.
Para marcar uma consulta, acesse aqui: https://perfil.psicologiaviva.com.br/juliapalmezan

Deixe seu comentário aqui
Assine nossa newsletter

Outros posts que você também pode gostar

Assine nossa newsletter

Fique por dentro dos melhores conteúdos sobre bem-estar, saúde e qualidade de vida

Saúde mental, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

Através do nosso programa de saúde mental, as empresas reduzem perdas com afastamento do trabalho por demandas emocionais.

Fechar
Fechar