RH

De que modo a competição excessiva é prejudicial aos colaboradores?

Ser competitivo é uma característica almejada pelo mercado de trabalho atual. Para se manter estável o profissional precisa estar sempre se qualificando e mostrando o seu melhor. Por um lado isso é positivo, pois gera bons resultados e aprimora o capital intelectual da empresa.

Todavia, quando acontece, a competição excessiva entre colaboradores pode ser muito prejudicial para a inteligência emocional dos envolvidos. Os funcionários começam a se considerar rivais, criam conflitos e passam a ter sentimentos de fracasso e impotência. Além disso, tornam-se instáveis e, muitas vezes, desenvolvem problemas psicológicos, tais como a depressãosíndrome do pânico, entre outros.

Pensando nisso, vamos mostrar formas de tornar a competição saudável em sua organização. E se a sua equipe já se encontra no estágio citado acima, não se desespere! Temos dicas para ajudar você também. Ficou curioso? Então confira!

Como tornar a competição saudável?

A competição só se torna saudável quando o colaborador busca se superar e não prejudicar os colegas de trabalho. Para isso é importante criar estratégias sempre pautadas na ética e no respeito.
Primeiro você deve criar regras claras e bem definidas, colocar os colaboradores com as mesmas condições, fazer com que eles participem dos critérios de premiação e vejam que tudo está pautado na justiça. Dessa forma, é minimizada a possibilidade de ocorrerem disputas pessoais.

É importante também que você ofereça prêmios individuais e coletivos, porque gera maior união. Quando os benefícios são apenas individuais, há o risco da rivalidade. E para diminuir o desgaste gerado, ofereça viagens de incentivo.

Como lidar com profissionais desmotivados pela competição excessiva?

Se em sua empresa já acontece uma competição excessiva entre colaboradores. É provável que os sintomas citados na introdução estejam presentes. Quando os trabalhadores criam uma atmosfera desarmônica em decorrência da competitividade acabam apresentando irritabilidade, baixa motivação, crises de ansiedade e desenvolvimento de problemas psicológicos.

Nesses casos é de extrema importância que um profissional seja consultado. Com a tecnologia é possível conseguir tempo para cuidar da saúde mental sem ter que sair de casa, buscando a ajuda de psicólogos on-line, por exemplo.

Além disso, é importante que você comece a aplicar as técnicas ensinadas no tópico anterior para tornar a competição saudável. Logo, você poderá notar uma melhoria no clima organizacional e na produtividade dos funcionários que estarão mais engajados.

Por que você deve se preocupar competição excessiva entre colaboradores?

Ao se preocupar com a saúde mental do seu colaborador, você minimiza a rotatividade, o afastamento do trabalho relacionado a questões psiquiátricas, a tensão no clima organizacional e a falta de motivação da equipe.

Quando o profissional se sente importante e entende que não é necessário atrapalhar o colega de trabalho para ser reconhecido, ele passa a se mostrar mais estimulado. Esse talento vai ajudar os outros, porque o crescimento coletivo representa também o crescimento individual.

Como vimos, combater a competição excessiva entre colaboradores gera harmonia e ganhos mútuos. Tornar a competitividade justa e saudável é ponte para o sucesso de qualquer organização.

E então? Preparado para criar uma competição saudável em sua empresa? Assine a nossa newsletter e receba mais conteúdo como este!


Referência

Araújo, Maria Cristina Silveira, Roberta Monique da Silva Santos, and Álefe Lopes Viana. “GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NAS ORGANIZAÇÕES: MECANISMO PARA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E COMPETITIVO.” Revista Conbrad [ISSN 2525-6815] Qualis B5 4.1 (2019): 23-37.

Psicologia Viva

Artigos relacionados

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar